Coberturas, DoSol Eventos, Principal

PÔR DO SOM & DOSOL 2022 ABRIU A PROGRAMAÇÃO DE SHOWS DO DOSOL NESTA TEMPORADA!

POR NATHALLYA MACÊDO (AGORA RN)

O Festival DoSol voltou a acontecer em Natal neste sábado 2 depois de dois anos de hiato em decorrência da pandemia da Covid-19. A música potiguar retornou aos palcos no histórico Memorial Câmara Cascudo, localizado no coração da Cidade Alta.

Com entrada gratuita, o evento reuniu diversos (e saudosos) jovens apaixonados por música através de uma programação de destaque. A noite começou com uma apresentação dupla da banda Ferve e da cantora Aiyra. Em um palco montado ao ar livre, os artistas fizeram todas as pessoas presentes dançarem ao som de uma mistura de ritmos eletrizantes, como na canção “Pronta pra voar”. Mesmo com uma perna imobilizada, Anderson Foca – vocalista do grupo e idealizador do DoSol – não conseguiu ficar parado com a energia do público.
Advertisement

A banda Ferve surgiu durante a pandemia e é um coletivo de produtores de Natal e João Pessoa. No repertório, há uma pesquisa da música do Nordeste e da latina, como o merengue e a cúmbia. Já a potiguar Aiyra acaba de lançar o segundo álbum da carreira, o “Leve”, com uma estrutura musical pop e brasileira.

Em seguida, foi a vez do rapper Diniz K9 – o palco do show trouxe uma proposta bastante intimista, na área interna do Memorial. Inspirado por Emicida, Diniz K9 traz letras com mensagens de cunho social e que enaltecem a vivência efervescente da arte em Natal. Compositor das próprias rimas, o jovem engrandece o brega funk, rap, pagode e funk.

Por fim, a banda pernambucana Eddie agitou uma multidão de fãs com um ar revolucionário e sonoridade que lembra as ruas de Olinda no Carnaval. Para fechar a noite, discotecagem de Jaiara Fontes.

Assim como no recente Lollapalooza, realizado em São Paulo, o Festival DoSol contou com manifestações políticas contrárias ao atual governo federal. Foi ouvido ainda o nome do ex-presidente Lula em alguns momentos da noite.

Ana Morena, também idealizadora do DoSol, comentou a retomada das atividades. “É muito difícil para um combo cultural completar 20 anos, fomentando a cena potiguar e fortalecendo a música”, disse ela, emocionada.

As apresentações continuam até maio, em uma programação recheada de artistas potiguares e representantes de outros estados brasileiros.

VEJA ÁLBUM DE FOTOS AQUI

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *