Resenhas

RESENHA DE DISCOS: FLAMING DOGS (RN) – FLAMES WENT HIGHER

flaming-dogs-net

E a leva de eps, discos e trabalhos da nova geração do rock potiguar continua saindo com força e temos procurado registrar tudo aqui no Portal Dosol. Hoje o assunto é “rock fire“, aquele tipo de som “caminhoneiro” e que tem representantes em várias partes do mundo. Em Natal uma molecada bem nova, mas ávida por fazer o rock rolar, também entra nessa praia. São os jovens do Flaming Dogs.

Flames Went Higher” é o EP de estréia do quarteto. A banda, que fez apenas sua primeira gravação valendo, já dá mostras de que pode ser uma ótima revelação deste ano. Gravado no Estúdio Dosol e mixado por Foca e Eduardo Pinheiro no Megafone, o curto EP mostra gordura, peso, sonoridade pesada e garra nas três faixas que foram registradas.

O engraçado disso tudo é constatar que uma banda de gente tão nova já surge fazendo um rock de “gente grande” e aqui a principal influência da turma é o rock de goiânia capitaneado por Black Drawing Chalks e MQN, fruto da constante interação e shows entre o RN e o estado roqueiro do centro-oeste. Claro, gringos como Hellacopters, AC/DC e lendas como Hendrix também estão no DNA dos Flaming Dogs.

Letras sobre mulheres, carros e bebidas dão o complemento aos riffs e levadas roqueiras das três músicas. Léo, guitarista do grupo comenta: “Nossas letras não são um ponto forte, faço minhas as palavras de Douglas do Black Drawing Chalks – a gente gosta muito de riffs, barulhos, refrões e tem que ter uma letra”. Algumas coisas ainda podem melhorar nos próximos trabalhos do Flaming Dogs como alguns andamentos mais constantes e precisão na hora de registrar o áudio, mas isso o tempo e principalmente muito shows, vão se encarregar de resolver. Para um primeiro registro o áudio está bem poderoso e até surpreendente.

Na semana que vem o EP dos Flaming Dogs estará para download gratuito aqui no portal mas o áudio das três músicas já pode ser ouvido no myspace da turma. Visite e tire suas dúvidas:

www.myspace.com/flamingdogs

3 Comments

  1. Com certeza uma das melhores bandas de Natal, digo sem medo… isso que é rock’n’roll! e o melhor de tudo: estão fora da rodinha rockeiro-modernete-descolation de Natal!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *