Clipping

FESTIVAL DOSOL 2012 – REPERCUSSÃO: REVISTA ESQUINA

Donos da festa, Camarones fez boa apresentação.

Apesar dos bons momentos proporcionados no último fim de semana, no bairro histórico da Ribeira, o Festival Dosol parece ter perdido um pouco do brilho que o faz ser um dos mais importantes eventos de música independente do Nordeste – e o principal do Rio Grande do Norte. O novo formato, adotado este ano, desequilibrou o público dos dois dias da etapa realizada em Natal, que foi bem menor no sábado (10).

Para quem não sabe, a nona edição do festival já passou por três cidades brasileiras – São Paulo (em 3 de novembro), Mossoró (de 2 a 11/ 11) e Natal (nos dias 10 e 11) –, sendo que a quarta, e última etapa, ainda acontecerá nos próximos dias 1 e 2 de dezembro em Caicó.

A capital potiguar concentrou o maior número de shows. Foram 20 bandas no sábado, se alternando entre os palcos do Centro Cultural Dosol e Armazém Hall; e mais 30 no domingo, com apresentações gratuitas e simultâneas em quatro espaços diferentes, que além dos dois já mencionados, incluia também o Galpão 29 e a Casa da Ribeira. Talvez isso tenha feito muita gente ir apenas no segundo dia, deixando de pagar os R$ 20 do ingresso para ver as atrações do primeiro.

http://revistaesquina.com.br/?p=179

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *