Natal, Notícias, Resenhas

HUGO MORAIS (RN): FOI ONTEM

O prazer foi todo meu. Meu não, nosso. Fazia tempo que não ia a um cinema com uma expectativa tão grande. E ela foi totalmente correspondida. Ao ponto de ficar a pergunta: como fazer um terceiro filme se este Batman – O Cavaleiro das Trevas é a versão definitiva de todos os personagens envolvidos? Fazia tempo que não via uma sala lotar em tão pouco tempo. E fazia tempo que não via uma sala lotada ficar quieta do início ao fim, rindo apenas nas piadas negras do Coringa. Que o ator Heath Legder não interpretou, ele criou o Coringa. Jack, com todo o respeito, bota o rabo entre as pernas, ou como bem disse Alexis, corta fora as bolas. Uma única palavra pode descrever o filme: sensacional. Ao fim um bom público ainda viu os créditos na esperança de aparecer algo. Nem água. Não dou nota 10 ao filme por uma única manobra que o morcegão fez na moto que me lembrou quando eu brincava com aqueles cavalos de cabo de vassoura.
Um dado que não é surpreendente: LOS ANGELES (Reuters) – O novo filme de Batman, “O Cavaleiro das Trevas”, arrecadou o valor recorde de 18,5 milhões de dólares nas sessões de pré-estréia à meia-noite, antes de sua abertura oficial na sexta-feira, revelou a Media By Numbers, que faz a contagem de bilheterias.

Ao fim todos estavam boquiabertos, estarrecidos, alguns em outra dimensão tentando entender o que acabava de acontecer. No resto, vão ver. E vejam mais de uma vez, é necessário. Eu irei. Sensacional.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *