CALISTOGA (RN) LANÇA CLIP, CONFIRA!

Com grande festa hoje a noite no Centro Cultural Dosol, o Calistoga laça seu segundo clip oficial. A música chama-se “Submerged”. Confira a ficha técnica e o filme.

Calistoga – Submerged ( Clipe Oficial) 2012
Direção: Gustavo Rocha e Jomar Dantas
Produtora: Shazam Photo Movie
Roteiro: Gustavo Rocha e Jomar Dantas
Direção de fotografia: Gustavo Rocha e Jomar Dantas
Direção de Arte: Gustavo Rocha
Edição: Gustavo Rocha
Finalização/Color: Gustavo Rocha
Imagens: Gustavo Rocha, Jomar Dantas, Bruno Sarmento e Ricardo Pinto
Música: Submerged
Album: Calistoga – Time and Understanding (2011)

CENTRO CULTURAL DOSOL NATAL [EVENTOS]: LANÇAMENTO DO CLIP DO CALISTOGA, SÁBADO, 16 DE JUNHO, 23

Festa de lançamento do segundo clipe do Calistoga e primeira data da tour da banda que vai passar por varios estados e cidades de todo o brasil durante o mes de julho. Na festa tambem teremos o lançamento do primeiro EP do Son of a Witch e o show de estreia da banda Kung Fu Johnny. Sábado, 16 de junho, 23h no Centro Cultural Dosol Natal, R$8,00.

CALISTOGA EM TOUR PELO SUDESTE

calistoga gig

Retirado do Fotolog da banda:

esse será o primeiro show da tour de lançamento do clipe
“Feels so Real” que acontece do dia 01/04 ao dia 11/04 no Sudeste, depois começaremos os shows pelo nordeste e cidades proximas. pra gente será um grande prazer voltar em São Paulo, pois fomos muito bem recebidos por la, alem de poder rever grandes amigos. então só alegria!! o ultimo show da tour sudeste, tocaremos no Festival Fora do Eixo SP na Livraria da Esquina.

02/04 – sexta OUTS/SP
CALISTOGA + EU SEREI A HINEA
São Paulo/SP

03/04 – Sábado – Espaço Impróprio
CALISTOGA + TRI LAMBDA + COLOR TV
São Paulo/SP

04/04 – domingo – CECAC
CALISTOGA + IBIS + OUTRAS
Serrana/SP

05/04 – Segunda – Radio
CALISTOGA
São Carlos/SP

06/04 – Terça – Universidade
CALISTOGA
São Carlos/SP

07/04 – quarta – a confirmar

08/04 – quinta – a confirmar
CALISTOGA + bandas
Bragança/SP

09/04 – Sexta -
CALISTOGA + BANDAS
São José dos Campos/SP

10/04 – Sábado – Livraria da Esquina
CALISTOGA + REMOVE SILENCE
FESTIVAL FORA DO EIXO
São Paulo/SP

BANDAS POTIGUARES FAZEM SHOW BRASIL AFORA

eyh
Foto: Flávio Horroroso do EYH em ação no Festival Dosol 2008. Por Nicolas Gomes

Como diria o Cachorro Grande, As próximas horas serão muito boas para as bandas potiguares. Três delas seguem viagem para se apresentar Brasil afora neste próximos dias. O Calistoga embarca para o centro-oeste do país para se apresentar no Festival Calango (que também fez convite ao Camarones Orquestra Guitarrística) em Cuiabá. Na sequência a banda toca em Campo Grande nas Noites Fora do Eixo e antes de voltar pra casa e se apresentar no Festival dosol 2009 tocam no Aumenta Que É rock em João Pessoa.

O Venice Under Water aproveita a programação do Festival Dosol Drops Recife e se apresenta por lá na próxima terça. O Expose Your Hate também vai longe e toca neste final de semana em Brasília no Ferrock Festival.

Os meses de novembro e dezembro também serão movimentados com tour de 6 datas do Rejects em São Paulo e o começo da tour Nordeste do Camarones Orquestra Guitarrística que vai passar por 9 cidades. Pé na estrada minha gente!

CALISTOGA (RN) SAI EM TOUR PELO RJ E SP

calistoga-recente
Foto: Rafael Passos

Fonte: xubba.blogspot.com

Os “ainda normais” do Calistoga estão de malas prontas pro Sudeste numa tour bem massa com 13 datas já fechadas entre Rio de Janeiro e São Paulo.

Os caras acabaram de passar por mudanças na formação, contando agora com Rafael Brasil na guitarra juntamente com Henrique Rocha, e Daniel na bateria no lugar do Fernandinho. Pra completar o Dante só canta e em algumas partes das músicas usa o sintetizador e feitosna voz, dando um charme a mais pra banda. O Calistoga agora mais do que nunca está fazendo um rock experimental como sempre quis fazer, galgado em bandas como The Mars Volta, At the Drive In e outros sons tortos. Continuar lendo

CALISTOGA, FEWELL E DISTRO LANÇAM EPS NO DOSOL HOJE!

cartaz-lancamento-distro

HOJE dia 27 de junho, o Selo Xubba Musik lançará os novos trabalhos de três bandas de seu cast, tendo o apoio do Coletivo Noize.

A primeira delas é o Calistoga que lançará seu ep “Still Normal” contendo cinco músicas de experimentalismo e muito rock, pitadas de sintetizadores e muita autenticidade, a banda bebe nas fontes de bandas como Fu Manchu, The Mars Volta, Faith No More, At the Drive In, Kyuss entre outras. A banda está de malas prontas para uma tour no sudeste incluindo cidades como Rio de Janeiro e São Paulo.

A segunda banda lançando novo material é o Distro que vem com seu ep novo “Chocolate with Pepper” contendo seis músicas divididas em dois cds com três músicas cada, o “Chocolate” com uma pegada mais indie rock, power pop com influências de Dinosaur Jr., Bob Mould e afins, já o “Pepper” vem com uma pegada mais forte com mais drive e influências de hard rock, punk e rock’n roll com riffs marcantes que lembram bandas antigas como Led Zeppelin e não deixando de lado o seu tradicional rock alternativo noventista.

A caçula da turma, Fewell com seu ep homônimo lançará quatro músicas inéditas de um som bem mais pesado e muito diferente do trabalho lançado anteriormente, com músicas de refrões fortes, guitarras pesadas e vozes bem trabalhadas mostrando que a banda, além de mudar a formação, mergulharam de cabeça no rock dos anos 90 como Alice in Chains, Soundgarden e Silverchair.
A festa acontecerá no Centro Cultural Dosol a partir das 22h e a entrada custará R$5,00.

SERVIÇO

Show de Lançamento
Calistoga | http://www.myspace.com/bandacalistoga |
Distro | http://www.myspace.com/distrorock |
Fewell | http://www.myspace.com/fewellmusic |
Centro Cultural Dosol
HOJE – 27/06 | 22h | 5,00

VEJA VÍDEOS DAS BANDAS

[youtube:http://www.youtube.com/watch?v=rptb4wPxTgc]

[youtube:http://www.youtube.com/watch?v=AbU_IGqjKEE]

[youtube:http://www.youtube.com/watch?v=PYVU5JhkrLY]

RESENHA DE DISCO: CALISTOGA (RN) – STILL NORMAL

calistoga-capa

Por Foca

Depois de um começo de ano atabalhoado e pontuado por mudanças drásticas de postura e formação, o Calistoga volta a ser notícia na cena potiguar pelo que mais importa: sua música. “Still Normal” demorou praticamente 5 (cinco) meses para ficar pronto e mostra o “canto do cisne” da banda como a conhecemos, já que até então o Calistoga jamais tinha passado por qualquer mudança na formação. O EP ainda foi registrado como um quarteto e com o (agora ex) baterista Fernando “Tripinha”.

Se em “Normal People Brigade” o Calistoga se consolidou na cena roqueira como um banda que conseguia equilibrar bem o senso pop com flertes com o experimentalismo e influenciados principalmente por bandas como Mars Volta e Queens Of The Stone Age, aqui a coisa já é diferente. Não há um único hit em potencial nas cinco faixas que contém esse novo trabalho, o que deixa a banda num gueto interessante e enigmático.

O trabalho das melodias vocais também é inferior ao disco passado. Em compensação cresceram muito os temas guitarrísticos, riffs certeiros e passagens sonoras interessantes deixando a impressão de que as letras e vozes foram compostas por último em cima do que já estava pré-definido nas bases.

Para não citar o trabalho música a música e tornar a leitura chata destaco a melhor de todas. Silicon Mind já começa com um riff matador e uma voz recitada e cheia de efeito que vem seguidas de uma melodia e uma levada que achei modernosa na praia de bandas emo-torto tipo The Used. O refrão já explode numa linha poderosa e roqueira. Interessante e o destaque do disco. Um outro ponto que deixou esse trabalho um passo atrás do dois últimos lançamentos do Calistoga é a mixagem e masterização do trabalho, toda feita em casa pela banda. Um resultado até surpreendente se colocado no aspecto “caseiro” mas bem aquém do que o Calistoga merece. O fato é que ter uma gravação poderosa hoje em dia faz muita diferença no mar de bandas que inundam a internet todos os dias.

O resumo da ópera de “Still Normal” é o seguinte: o trabalho parece ser uma transição para o que está por vir nos próximos meses em novas composições com a formação do momento. O Calistoga continua consistente e preciso como sempre e lança mais um bom trabalho. Bom para eles e bom para o rock potiguar no geral.

DISTRO E CALISTOGA LANÇAM MÚSICAS NOVAS E TOCAM EM RECIFE

calistoga021-net
Foto: Calistoga ao vivo no Festival Dosol 2008 por Nicolas Gomes

Duas das boas potiguares da atualidade, o Distro e o Calistoga, anunciaram músicas novas no myspace essa semana. O Distro divulga Little Lion, faixa do seu novo trabalho chamado “Chocolate with Pepper”. O Calistoga divulga a faixa Silicon Mind, também do seu novo trabalho chamado Still Normal.

Visitem:
http://www.myspace.com/bandacalistoga
http://www.myspace.com/distrorock

As duas bandas também participam da Noite Fora do Eixo/Abrafin, que rola daqui há duas semanas em Recife. Depois voltamos com mais detalhes desses shows.

CALISTOGA (RN) ANUNCIA MUDANÇA DE FORMAÇÃO

calistoga-novo

O Calistoga vem sendo protagonista dentro da cena roquística potiguar desde março, principalmente por motivos extra-palco. Primeiro, vários componentes da banda saíram de diversos outros projetos para e dedicarem só ao grupo e agora a banda anuncia também outra mudança de componente e adição de mais um membro. Confira nota postada no Fotolog do grupo:

Muito tem se comentado a respeito do futuro do Calistoga,
Boatos surgiram, fato costumeiro na nossa cidade, então finalmente estamos aqui pra esclarecer alguns pontos para vocês que acompanham e tem algum interesse pelo Calistoga.

1° Formação:
Durante esse ano, decidimos iniciar uma “nova fase” na banda, fizemos alguns planejamentos que iriam exigir uma dedicação maior de todos e infelizmente nosso baterista Fernandinho (tripinha) não seguira em frente com a banda por questão de tempo e prioridades, não houve briga alguma (que fique bem claro), a gente vai ser sempre grato pelo tempo que tocamos juntos e por tudo que passamos e conquistamos como banda, estamos torcendo para que ele conquiste tudo o aquilo que ele vem batalhando. Nosso último show com o Fernandinho na batera será no lançamento do nosso novo EP “Still Normal” que vai acontecer no dia 27 de junho na Casa da Ribeira.

Quem assume a bateria é Daniel Araújo, um velho amigo alem de já ter tocado com a gente em outros projetos (camaronês orquestra guitarristica, when a lotus dry) alem de já ter feitos alguns shows com o Calistoga no lugar do Fernandinho quando ele não pôde fazer, então estamos em casa, né? Outra novidade na formação é que o Dante Augusto agora só canta e cuida dos efeitos com o sintetizador, quem assume a outra guitarra é o Rafael Brasil, que também já tivemos experiências tocando em outros projetos. A banda já esta ensaiando com a formação nova e o calistoga fica assim:

Dante Augusto – Vocal + Sintetizador
Henrique Rocha – Guitarra + vocal
Gustavo Rocha – Baixo + vocal
Rafael Brasil – Guitarra + vocal
Daniel Araújo – Bateria

2° Tour Sudeste:
Finalmente esta confirmada a Tour Suldeste 2009 em julho. Estaremos indo pro sudeste com a nova formação numa tour que vai durar 30 dias e vai passar pelo Rio de Janeiro (capital e interior) e São Paulo (capital e interior), já estamos com passagens compradas e a partir do dia 1 de junho começaremos a divulgar os cartazes dos shows que iremos fazer na tour.

3° Shows Junho:
Antes da tour faremos alguns shows além do lançamento do EP “Still Normal” que acontece no dia 27 de junho, tocaremos em Recife no dia 18 de junho e estamos fechando João Pessoa.

4º Still Normal
Essa semana estamos finalizando o nosso novo trabalho, será um EP com cinco musicas inéditas contendo 20 minutos. O nome do EP será Still Normal e será lançado em junho junto com os novos EPs do Distro e Fewell. Fiquem ligados que vai ser muito rock!

COMO FOI? BLACK DRAWING CHALKS, DISTRO E CALISTOGA NO DOSOL

bdc-no-dosol
Foto: BDC no C.c. Dosol por Jomar dantas

POR ALEXANDRE ALVES

No já costumeiro e bom esquema do final de tarde, mais uma vez aquelas bem intencionadas 100 pessoas (talvez um pouco mais, talvez um pouco menos, tipo umas 91) compareceram ao C.C. Dosol para prestigiar duas bandas locais em ascensão na cena potiguar – o Distro, que está gravando dois EP’s ao mesmo tempo, e o Calistoga, também em fase de gravação de novo material – além de o público igualmente ter vindo para ver e ouvir uma das sensações do circuito independente nacional, os goianos do Black Drawing Chalks.

O Distro começou ali pelas seis e poço mandando logo “O prego”, riffs ostentosos de guitarra, justamente o cartão de visitas do último cd deles. Daí em diante foi perceber a alternância dos vocais entre Rafaum e Vinicius costurando a mistura de rapidez punk, riffs de hard rock e algumas melodias resvalando no power pop americano. Destaque para a última, em inglês, “Litlle lion”, indicando que pode vir coisa boa por aí.

Na sequência, o quarteto Calistoga, já bem acostumado ao palco do lugar, tocou em um volume absurdamente alto, a ponto das guitarras e vozes ecoarem nas paredes e explodirem em uma microfonia daquelas. Alta octanagem guitarrística entre Henrique Rocha e Dante, este gritando mais que nunca nas explosivas “Get together”, “Wait to fight” e “Meltdown”. Um pequeno problema com o microfone do baixista Gustavo Rocha atrapalhou a execução de uma versão para “?”, do At The Drive-In, mas nada que retirasse o bom desconforto daquela parede de zumbido que ficou no fim do show, quando ligaram todos os pedais (e olhem que eles tem uns vinte, se juntarem todos).

Por fim, os esperados goianos Black Drawing Chalks, nome este que Rafaum (Distro) disse em pleno palco ser muito difícil de pronunciar caso você esteja sob influência de substâncias proibidas pelo ministério da saúde. Quanto ao som, bem mais simples, carregando a tradição das bandas barulhentas de Goiânia (MQN, Mechanics, The Rockfellers), o também quarteto disparou uma saraivada de riffs, ora mais cadenciados ora mais rápidos, fazendo lembrar rock’n’roll de primeira, como os Hellacopters ou Datsuns, só para citar bandas mais recentes. Destaque para o vocal bem nítido de Victor Rocha (também dono de uma guitarra Gibson modelo) e para os pés – isso, os pés! – do baixista Denis de Castro, que ficavam irrequietos o tempo todo, dançando no melhor estilo rock’n’roll, mas sem sair do chão. A rapaziada parece que tem que aprender com ele!

O grupo vem azeitado com um show que recentemente foi mostrado nos EUA (no famoso South by Southwest, no Texas) e no Canadian music Week (Canadá, claro!). Vindos diretamente do Abril Pro Rock, onde tocaram na sexta, a produção, muito preocupada com a fama de beberrões convictos que a banda tem, viu os quatro se refrigerando na água mineral enquanto mandavam riffs supersônicos, como em “Free from desire” e “I’m a beast, I’m a gun””, faixas presentes no cd de estreia da banda. Eles se mostraram super-profissionais e bem entrosados, com um nem olhando para o outro e já tocando a faixa seguinte. O agitado quarteto goiano parece ser uma das apostas do cenário independente brasileiro em 2009.

Agora, uma pergunta foi escutada advinda do público feminino: quem seria que tomava conta dos bigodes ultra-bem cuidados da banda…? Passou um cara cabeludo e disse para as meninas: “Ah, vão escutar Lynyrd Skynyrd!”.

DOSOLTV: CALISTOGA (RN) AO VIVO NO FESTIVAL DOSOL 2008

Mais um vídeo exclusivo DOSOLTV desta vez para trazer a banda potiguar Calistoga tocando “Wait To Fight” ao vivo durante o Festival Dosol 2008. A edição é de Ana Morena Tavares e o áudio é da Rocklab (GO).

Só lembrando que recomendamos assistir os áudios do DOSOLTV em HQ (high quality) opção no plyer dos vídeos dentro das suas respectivas páginas.

CALISTOGA – WAIT TO FIGHT
[youtube:http://www.youtube.com/watch?v=rptb4wPxTgc]

AQUECIMENTO FESTIVAL NE INDIE – NATAL/RN: ENTREVISTA CALISTOGA (RN)

calistoga1
Foto: Rafael Passos
Com vocês aqui no aquecimento para o Festival Nordeste Independente, o Calistoga, banda essa que vem cada vez mais mostrando competência no som que faz, galgado em sons como Mars Volta, Queens of Thes Stone Age, Fu Manchu e outras loucuras. Para lembrar, os caras tocam na sexta feira do festival e estão em fase final de gravação, aguardemos ansiosos pelo resultado final! O Festival Nordeste Independente acontece nesta sexta e sábado no Centro Cultural Dosol, às 21h com ingressos a preços populares custando R$2,00.

1- Quais as expectativas pro Festival Nordeste Independente?
Bom, o Festival NE Independente não é nenhuma novidade para nós, ano passado a gente tocou em Recife, então a gente sabe que é uma boa oportunidade pra divulgar a banda na cena de rock do NE, então a gente espera fazer um show do caralho nessa edição.

2- O que esperar de um festival que integra várias cidades do Nordeste?
Um festival assim é legal pra promover a integração das bandas e dos Coletivos do Nordeste, até porque a gente só tem a ganhar com essa parceria, além de o rock Nordestino ser mais valorizado, porque tem neguinho que menospreza o Nordeste, acha que aqui não tem bandas de rock boas, então é legal que o festival mostra o contrário do que pensam.

3- Alguma novidade pra esse show?
Bom, novidade mesmo não, até porque a gente tem guardadas umas músicas no bolso que brevemente estaremos lançando num EP novo. Então a gente prefere deixar a galera na expectativa das músicas novas e só tocá-las no lançamento desse EP. hehehe

4- Quais os planos da banda para 2009?
Como eu já falei, a gente tem uma pá de músicas novas guardadas, né? Então a gente pretende gravar essas músicas e lançar um EP o mais rápido possível. Mas sempre querendo melhorar, então vamos ter muito trabalho com essa nova gravação, porque dessa vez a gente tem que fazer bem feito.

CALISTOGA – GET TOGETHER
[youtube:http://www.youtube.com/watch?v=8s6xGPaqNYY]

BRUNO NOGUEIRA (PE): CALISTOGA (RN)

calistoga
Foto: Rafael Passos

De: Natal – RN
Selo: Independente
Para quem gosta de: At the Drive In, Fugazi e Mars Volta

Natal sempre foi um dos patinhos feios da música no Nordeste. Praticamente todos os estados da região tem um nome representativo na música popular brasileira na antiga e na nova geração. Só para listar alguns, temos Lenine / Nação Zumbi em Pernambuco; Zé Ramalho / Cabruêra na Paraiba; Fagner / Cidadão Instigado no Ceará; Gilberto Gil / Pitty na Bahia; Djavan / Wado no Alagoas, Alcione no Maranhão e por ai vai. O Rio Grande Norte parecia um observador distante e, por algum tempo, isso era algo realmente ruim. Mas só até certo tempo.

Agora a cidade do sol começa a perfurar seu espaço na música e, graças ao passado limpo, pode fazer isso sem culpas ou sombra de um grande irmão (que digam os pernambucanos). Esse começo de século pode ser deles da forma que quiserem – como tem provado, por exemplo, na música de Roberta Sá. E, no que diz respeito ao rock, o Calistoga tem hoje a melhor cadeira na primeira fila. Após o fim (ou pausa) abrupta de nomes como o Sinks, que estava com uma agenda invejável de 19 shows em 16 dias, eles são o novo nome a se prestar atenção na região.

Tudo graça a voz de Dante, encorpada com uma identidade e força que faz você identificá-la mesmo se cercada por gritos e rojões. É a única coisa que chama mais atenção que o fato deles tocarem post-hardcore, um subgênero pouco popular entre bandas do Nordeste, como ninguém. Recheado de referências a Fugazi e até do punk rock californiano, Dante canta em inglês, acompanhado por Fernando Júnior, Henrique e Gustavo Rocha. E esse som tem dado cada vez mais forma ao rock potiguar, que era conhecido até então por nomes como Bugs e Bonnies, que seguem uma vertente mais clássica.

O EP Normal Peoples Brigade foi lançado em Natal encartado num dos fanzines mais legais do Brasil, que é editado lá, o Lado[R]. Tem sete músicas, todas de autoria própria da banda, gravadas no Estúdio DoSol, o mesmo que produz o festival em Natal onde o Calistoga já se apresentou duas vezes. Abaixo tem uma entrevista rápida que fiz com eles: Continuar lendo

COMO FOI? FINAL DE SEMANA ROCK EM NATAL

publicocover

O Portal Dosol foi a três rocks diferentes neste final de semana. Dois deles foi produzido por nós e o terceiro foi produzido pelo Yuno no Castelo Pub. A peregrinação roqueira começou sexta com o Baile Barulhinho Bom recebendo novamente um bom público no Sancho Pub, mesmo com a chuva torrencial que lavou a cidade durante toda a sexta-feira.

Com os problemas da primeira edição do baile resolvidos, como o ar condicionado (fez até frio) tudo transcorreu muito bem nesse segundo dia do evento. Magão, fez um djset excelente e uma da manhã a Experiência Ápyus começou seu set dançante até às três da matina. O DJ Magão fez uns comentários legais que reproduziremos aqui:

“O Barulhinho Bom está sendo um sucesso absoluto, em duas sextas já passaram mais de mil pessoas pelo Sancho Pub. Na primeira que teve a participação da Orquestra Boca Seca e essa pessoa que aqui está fazendo esse comentário, viu uma cena bem legal em que lembra, tipo assim, uns 10 anos atrás quando comecei a discotecar na cena local no então Bar Astral, onde primava só música brasileira, voltando a ativa com discotecagem nacional, tem sido muito legal, e o público tem aparentemente gostado.

Nessa última sexta que teve a participação da Experência Apyus que além de ter feito um show impecável, o pessoal da casa também caprichou no que foi falho no primeiro dia da festa, tudo funcionou perfeitamente. Então podemos esperar na próxima sexta uma festa pra detonar com o tão aguardado show do Mundo Livre S/A e ainda com a participação do Camarones Orquestra Guitarrística e eu o ainda chamado Dj Magão. “

No sábado começamos a maratona rock com o Centro Cultural dosol que recebeu a 1ª edição do covernation de férias. Foram mais de 300 pessoas que praticamente lotaram o espaço para conferir algumas das melhores bandas locais prestando homenagens aos seus artistas preferidos. Uma foto e um comentário:

Venice Under Water mandando Incubus com propriedade. Legal!
venice-01

Fewell com reforço de Dudu do Venice tocando Foo Fighters. Muita energia no show mesmo com poucos ensaios.
foocover

The Sinks tocando Nirvana. Muita pressão, tosqueira, gritos, pulos do palco e rodas. Catarse da noite porque Nirvana é covardia!
sinksnirvana

Calistoga distruindo com Queens Of The Stone Age. Muitos decibéis acima do permitido. Fire!
calistogaqueens

Não tenho foto do Dr. Carnage que também arrebentou tocando Matanza. Resumo da ópera: baladinha nota 10. Semana que vem tem mais Covernation de verão.

Nossas andanças ainda não acabaram. No sábado, logo depois do Dosol rumamos pro Castelo Pub para o show dos Camarones, Os Bonnies e Julia Says. Nunca tinha ido no lugar que é bem curioso e legal. Trata-se de uma espécie de exposição a céu aberto de algumas obras numa arquitetura de um castelo. Tem um calabouço (onde também rolam shows) e vários “caminhos” dentro do espaço. O som da casa é “ok” e conseguimos ver duas atrações: os ótimos Pau e Lata que destilaram uns grooves de batucada e os dançantes e competetnes Camarones que fizeram a platéia balançar o esquetelo. Quase que proponho para as duas bandas fazerem uma jam juntas mas atrapalharia o andamento da noitada.

camaronescastelo

Não consegui ver o Julia Says e Os Bonnies mas quando sai no fim do show dos Camarones já tinham mais de 200 pessoas pela casa. Sábado gordo!