Resenhas

RESENHA DE DISCO (MEMÓRIA): PEARL JAM – TEN

ten-pearl-jam

Por Foca

Eu já Sabia! Aquela frase famosa que você se acostumou a ver nas arenas esportivas serve bem para resumir o que é “Ten”, álbum de estréia do quinteto de Seatlle Pearl Jam. O disco já nasceu Classic Album e dá a impressão de que seus integrantes sabiam exatamente o que estavam fazendo, tamanha é a segurança, pressão sonora e principalmente as primorosas composições que se espalham por todo o álbum. Não há um escorregão se quer nas 11 faixas do álbum (inclusive na faixa escondida).

Eddie Vedder, que recebeu quase todas as canções de “Ten” numa fita cassete ainda fora de Seatlle, é responsável por todas as letras do disco e também por algumas partes das composições dividindo a maioria do trabalho com o guitarrista Stone Gossard e o baixista Jeff Ament.

O clima denso de Once abre o álbum explodindo num rockão daqueles de levantar defunto. American Rock Style é onde mora toda a fonte de inspiração do Pearl Jam. Neil Young Rules! Na sequência vem duas bombas que levantam multidões sempre que tocadas, as clássicas Even Flow e Alive (ver vídeo abaixo). Even Flow tem uma característica técnica muito sútil que dá um charme na voz. Existem uns overdubs de vozes mais graves com uma espécie de reverb em reverse em cima das vozes principais. Dá um efeito fantasmagórico interessante e um ar climático na vocalização da música. Bote no fone e preste atenção que está lá!

A melhor faixa do álbum para mim vem em seguida com Why Go com seu começo pulsante num bateria bem ambiente seguidas de excelentes guitarras. Uma pedrada! Black mostra a faceta mais calma do Pearl Jam com uma belíssima letra. Jeremy ficou eternizada pelo clip da criança perturbada na sala de aula. Parecia prever o que aconteceria num futuro próximo, com massacres dentro de escolas e tiroteios por motivos obscuros. “Hoje, Jeremy falou na sala de aula” podia ser trilha para documentário “Tiros Em Columbine’.

Oceans é mais uma que começa num clima mais lento, com levadas marciais da bateria e voz aveluada de Eddie Vedder coberta por um phaser interessante. Uma ode ao mar e ao amor. Porch é outra com detalhes técnicos interessantes com uma série de guitarras em reverso explodindo numa levada matadora. Clássico! Recomendo assitir a versão que o quinteto fez dessa música num acústico que a banda gravou para MTV no começo dos anos 90. Eddie discurssa na letra sobre o futuro do mundo. Coisa que voltaria a fazer muito vezes durante a carreira. É disco para ninguém botar defeito!

Ao contrário do que muita gente pensa “Ten” do Pearl Jam foi lançado antes de Nevermind (um mês antes para ser mais preciso) , mas demorou bastante para tomar fôlego e atingir as vendagens astronômicas que atingiu. O Pearl Jam passou aser a banda da vez da MTV numa super exposição avassaladora que terminou causando um afastamento do grupo da imprensa em geral já no segundo disco (que não tem nenhum vídeo oficial, a não ser um take de uma apresentação ao vivo da banda em estúdio tocando “Rearviewmirror”).

Ouça alto e divirta-se!

PEARL JAM – ALIVE (AO VIVO)
[youtube:http://www.youtube.com/watch?v=VbhsYC4gKy4]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *