Natal, Notícias, Resenhas

RESENHA DE CD: CALISTOGA – NORMAL PEOPLE`S BRIGADE

Por Foca

Finalmente saiu em grande festa – como você pode ler aqui – o disco do Calistoga intitulado “Normal People`s Brigade”. Gravado pela própria banda no Estúdio Dosol durante o carnaval deste ano o trabalho trás cinco faixas novas e duas regravações de músicas do próprio Calistoga. Além das músicas, o CD ainda vem com um vídeo release contendo uma entrevista e o take de duas músicas. Um trabalho e tanto para quem já conhece e uma grata surpresa para quem ainda não ouviu os potiguares.

Já de cara posso afirmar que esse, junto com o EP do Camarones Orquestra Guitarrística é um dos melhores lançamentos do ano aqui em Natal. No disco, o Calistoga conseguiu levar a força do seu show com uma pegada forte, acentuada pela excelente presença das guitarras e ótimos trabalhos vocais. Já na abertura do disco “Wait to Fight’ mostra a que veio com um baixo forte, delays, escaletas e um vocal rasgado que caracteriza todo o disco. Em todo o trabalho a mistura gritos/melodias são disponibilizadas com primor, muito longe dos arranjos infantis que a molecada do metalcore propõe em seus áudios. Aqui é uma aula de como utilizar bem esse tipo de arranjo sem parecer o “lobo mau” cantando e “chapeuzinho vermelho” respondendo.

O disco imenda com o grande hit do Calistoga para esse álbum: “Get Together”. Uma música pop, bem arranjada com melodias fortes e um refrão que explode num coro para cantar junto. Junto com “New Way To Say” do EP anterior, a melhor música do Calistoga. “Meltdown” é a que mais chega perto da cena hardcore da qual toda a banda é oriunda, só que o acento pop e as vocalizações fazem o grupo dar um passo a frente. “Riffagens” do começa ao fim, musicão!

“What You Say” música que remete muito ao Queen Of The Stone Age, uma das referências da banda, é a mais fraca do disco. Não pela música em si (que também pode ser conferida no vídeo release aqui), mas pela mixagem que deixou as vozes muito enterradas, perdendo um pouco da força da música ao vivo. “Silence is Too Loud” faz justiça a uma grande música que nunca foi registrada com dignidade pelo grupo, mais uma canção pop power que tem um refrão poderoso e que com certeza não podia ficar de fora deste registro definitivo do Calistoga. “Accepting You” é o momento tranquilo do Calistoga registrada num andamento bem diferente do primeiro registro há quase cinco anos. Minha ressalva para música é que ela poderia ser gravada com um pouco menos de drive para reforçar ainda mais as melodias excelentes da canção, mas nada que tire o brilho da interpretação. E tem uma também, pedir para Calistoga diminuir os drives é quase uma afronta!

Para fechar o trabalho de forma magistral vem a acústica “Never Close Enough” que mostra o potencial vocal de Dante, saindo de trás das paredes de guitarra e fazendo uma interpretação verdadeiramente emocional na faixa. Com esse registro o Calistoga entra para o hall das principais bandas do RN e se candidata a ser a próxima grande banda do Nordeste a atravessar o país em shows e festivais. Seria muito merecido!

6 Comments

  1. ei, ei , ei!
    muita hora nessa calma hehehe
    esses gritos do calistoga são beeeeem diferentes dos ‘gritos infantis da molecada metalcore’. e o ‘lobo-mal cantando e chapeuzinho respondendo’ é caracteristica do estilo… gostando ou n, tem gente que faz bem feito. e vale lembrar que tbm existem adultos maduros que fazem esse tipo de som ;] hehe

    CD muito bom de verdade.
    orgulho da galera de natal ;D

  2. kalango, eu sei que são diferentes, e é por isso que gosto desses e não gosto dos outros. Eu não acho que tem gente que faz esses gritos bem feitos, porque não gosto deles, é uma cosia pessoal e uma opinão particular minha. Grito para mim é no Expose Your Hate por exemplo, misturar com melodia não gosto, mas quem gosta siga em frente!

    Tem adulto fazendo tudo, até usando fralda e fingindo ser bebê. A mulecada que grita e canta melódico é de longe a maioria dentro desse estilo. Se gostam sifgam em frente, eu não gosto!

Deixe uma resposta para Foca Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *