Editorial

EDITORIAL PORTAL DOSOL: UM PLANO OUSADO

novo-predio-capitania
Foto: Capitania das Artes, sede da Fundação de Cultura do Município

Por Foca

Voltamos com nosso editorial semanal desta vez para comentar sobre o Plano de Gestão Cultural da Prefeitura de Natal, que foi apresentado à imprensa semana passada (o Portal Dosol estava lá). A primeira coisa que me impressinou de verdade é que para o município cultura deve ser mesmo uma coisa importante e isso é uma mudança dos últimos cinco anos. Muito dessa mudança de atitude é fruto de uma nova mentalidade das pessoas no geral, o que termina chegando até o poder público naturalmente. Ainda é muito longe do ideal, mas é um começo.

A prefeita Micarla, falando muito bem como sempre (puxou ao pai), explanou um pouco do que pretende ser a gestão da prefeitura para a Cultura. Pediu que os produtores e artistas fiquem vigilantes e cobrem, pediu também que a classe artística proponha mais e se una a gestão. Na nossa ótica creio ser importante participar e ser ouvido, contanto que sirva de alguma coisa. Vejo muitas palestras e debates com o poder público esvaziados por total falta de crédito do mesmo em atender as demandas que são colocadas nessas reuniões. Que seja diferente!

Também vai ser botada em prática uma política de editais, que nós do Dosol achamos ser a forma mais justa de se contemplar esse ou aquele trabalho cultural, principalmente no âmbito do município, onde se tem um conhecimento bem mais profundo de quem está comprometido com os bens culturais e quem é aventureiro tentando mamar nas tetas do governo, prometendo vinho nos projetos e entregando água suja quando o dinheiro aparece.

Entre os editais que estão vindo por aí alguns são destaques para a área da música:

– Gravação de CD e DVD;

– Edital de auxílio a espaços culturais existentes;

– Edital para permitir circulação de artistas potiguares em outros estados ou países;

Existe também um estudo para apoiar sites, portais e outras manifestações dentro da internet que apoiem e cubram a cultura local. As idéias estão na mesa, o plano está feito, agora é botar em prática tudo isso e colher os resultados. Com certeza eles virão!

3 Comments

  1. Pô, muito bacana esse projeto do Governo hen Foca, agora teremos a oportunidade de fazer mais eventos culturais e enriquecer a população.
    O negocio agora é cair matando na prefeitura para cobrar isso que ela ta apresentando para que assim possamos chegar à um patamar com reconhecimento nacional como um dos estados que mais investem em cultura no País.
    Precisando de ajuda, tamos ai. Posso não ser um dos mais experientes, mas posso ter coisas interessantes a acrescentar a determinação para ajudar bastante.

    Abraços e continua nos mantendo informados, o.k.?

  2. O problema é que as vezes o pessoal acha que o “da terra” tem que ter prioridade sobre o resto. E entenda-se pelo “da terra” como temáticas locais em letras e música. Acho que tem que dar espaço para o que é produzido no RN, sem limitações se é cantado em inglês ou se tem uma sanfona.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *