Coberturas, Natal, Notícias

COMO FOI? FORGOTTEN BOYS NO DOSOLROCKBAR

Um pouco mais de 100 pessoas estiveram no dosolrockbar ontem para assistir a segunda passagem dos Forgotten Boys por Natal esse ano. A noite começou com um show poderoso dos Bugs, banda que está completando um ano com a formação nova, duas guitarras e set redondo. Nesta apresentação os Bugs demonstraram o poder de fogo do quarteto com algumas músicas novas que merecem gravação urgente. O Bugs continua sendo uma das melhores bandas do rock potiguar.

O Telerama do Ceará tambem fez um bom show para uma platéia ainda tímida. O rock fofo do grupo tem alguma consistência, um excelente guitarrista e um punhado de boas canções. Com mais estrada e uma organização de palco melhor o grupo pode alçar vôos maiores e se destacar na sempre excelente cena cearense.

O Sinks é definitivamente a banda do momento em Natal e no Nordeste. Assim que o grupo começou a arrumar os instrumentos boa parte do público que foi Ribeira entrou no bar. A banda afiada imendou várias músicas dos dois eps que já lançaram, uma festa de canções cativantes e fortes. Quando já estava bom e quente o dosolrockbar presenciou um dos seus melhores momentos: o Sinks chama ao palco o guitarrista do Forgotten Boys Chuck Hipolhito e toca suas músicas mais conhecidas com ele. Chuck cantou e tocou faixas como Little Girl, Let You Down e Ignored, todas do Sinks e no final ainda mandaram um cover matador para Kick Out The Jams dos MC5. Rock n`roll em temperatura alta.

Os Forgotten Boys entraram com o clima de “já ganhou” para o seu show. Os paulistas fazem no palco o que de melhor tem no rock nacional. Músicas cativantes, ótima timbragem dos instrumentos e vozes diferentes. Me arrisco a dizer que a banda é a mais “gringa” que o Brasil tem. O clima continuou ótimo com os Forgottens tocando músicas de vários discos e algumas canções novas com a boa “Sem Razão” que vai estar no próximo trabalho da banda.

Noitada excelente de rock n`roll que merecia um pouco mais de gente. Esses rocks memoráveis são sempre acompanhados por uma minoria, foi assim com o Vanguart, Tequila Baby e outras bandas excelentes que já passaram pelo DoSol neste ano. Como público nem sei se merecemos tanto, talvez não…

Por Renato Leal

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *