Coberturas, Natal, Notícias

COBERTURA DE SHOWS: PRIMEIRO DIA DO ROCK NA RUA

Com um atraso de três horas começou a terceira edição do Festival Rock na Rua. Vamos começar a falar primeiro das coisas boas. A estrutura montada na Tavares de Lira foi bem bacana este ano, o palco e o som estavam legais, o clima bom, muitos seguranças, local de fácil acesso, tudo para que o festival engrenasse com um dos grandes eventos de rock de Natal. Cerca de 600 pessoas circularam pelo local nesse primeiro dia . Só esqueceram de avisar à maioria das bandas que se apresentou.

O começo da programação foi uma enxurrada de bandas despreparadas e desafinadas que chegou a envergonhar mesmo os mais distraídos. O Sala de Estar até que tem uma boa proposta, flertando com sonoridades mais calmas e melódicas, o problema é que num som e palco muito grandes os defeitos são muito amplificados e isso foi fatal para a rapaziada que fez um show bastante fraco. Com mais ensaio e mais experiência podem funcionar mas não foi desta vez.

O Servants foi pior. Tudo desafinado, músicas péssimas, banda desentrosada e timbres horrorosos. Desperdício de tempo e de espaço para bandas mais legais. O Ad Vintage também tem uma proposta interessante com sons pesados, uma menina no vocal, algumas letras legais mas que não tem a menor condição de estar num palco como o do rock na Rua. É tudo ainda muito imaturo com as timbragens emboloadas e feias. Não sei até que ponto vale a pena para uma banda nova expor seu trabalho dessa maneira sem ele estar totalmente pronto. Resultado: show fraco e banda despreparada.

Quando tudo parecia ficar insuportável (inclusive uma das coisas que me chamou atenção foi que muita gente entrava no show e ia embora bem rápido) eis que sobe ao palco o Toy Gunz. Não cheguei a ficar com vergonha por eles porque o negócio tava tão tosco que chegou a ser engraçado. A diferença de afinação da guitarra pro baixo era de quase um tom. Para completar o freak show uma menina (dançarina?) fazia backing vocals jazz (ic) que eram tão desafinados e gasguitos que doía no ouvido. Para terminar a pior apresentação da primeira noite do Rock Na Rua o baixista Augusto grita bem alto no microfone e diz “Só estamos aqui hoje porque burlamos a votação!“. Aí eu pergunto: qual é o sentido de um festival como esse? Queimar o filme do rock potiguar? Cômico se não fosse trágico.

O Sunset Bouleverd é uma banda bacana para se apresentar no dosolrockbar numa noitada de metal ou na Estação Ribeira. Mas perder meia hora de um festival de música autoral com uma banda cover não foi boa idéia. Banda legal, fora da proposta do festival. Não tem mais o que comentar.

Só na sexta banda da noite foi o que o festival mostrou alguma coisa de relevante com a excelente banda Lunares. Som sofisticado com um loop discreto mas esperto, ótimos timbres, excelente cantor. Uma surpresa na programação. Influenciados pelo U2 até o fundo da alma (inclusive com citações e um cover da banda irlandesa) a turma fez bonito. O clima continuou bom com a simpatia e boas músicas do Mafalda Morfina do Ceará. Banda certinha, com um menina com a voz interessante. Se estivessem num festival com um nível mais alto teriam passado despercebidas, mas na sequência de shows péssimos que permeou o começo da programação os cearenses se deram bem.

A Experiência Ápyus fez a melhor apresentação da noite com um show colado com muito groove e excelentes músicas (e músicos). O set com quase todas as canções do seu novo trabalho funcionou perfeitamente para o público já tímido que acompanhou o final da programação do primeiro do rock na rua (cerca de 150 pessoas). Ainda consegui ver o começo do Uskaravelho que também me pareceu um pouco fora da proposta do festival, mesmo tocando algumas canções próprias. O SeuZé vou ficar devendo.

Torçamos para que no segundo dia o nível aumente. Amanhã mando logo cedo como foi o último dia do festival

Por Renato Leal

45 Comments

  1. próxima vez façam a seleção com quem realmente entenda de musica… nao por jovens que ficam conectando e desconectando de sua linda internetzinha por 24h ou usando algum proxy br….

    quando vi a lista de bandas, pensei que fosse algum “New Generation” evento promovido pelo Foca, que visa dar experiencia em palco para bandas novas da cidade…

    bem mas eh isso… “nem tudo são flores…”

    parabens pela iniciativa da realização do festival!

  2. ontem paguei 4 conto pra entrar naquela gala, fiquei cerca de 40 min. e fui embora. insuportável!!! nunca vi tanta banda troncha num festival só. pqp!!! é lamentável que um festival como o rock na rua tenha caído tanto. esse anop a organização pisou e feio na bola na escolha das bandas. devido ao atraso n pude ver shows por exemplo do Seu Zé e da Experiência que tão com coisa nova pra mostrar e seria interessante sacar. aí coloca um monte de banda gala que n tá nem preparada pra tocar5 em churrasco de família pra tocar num festival com uma certa estrutura aí dá nisso aí. esperam que vcs revejam esses seus critérios de seleção pq desse jeito vcs vão acabar com o festival!

  3. Meu irmão, concordo plenamente com cada palavra dita nessa resenha. Péssima organização, bem como a escolha das bandas além de não ter sido justa, na minha opinião, também foi errônea.
    O que acontece é falta de competência para fazer um trampo desse tamanho, tem que se garantir! Não é qualquer um que faz, não! Já vi muito neguinho se meter a fazer coisa que não sabe e se dar mal (não desmerecendo a organização, apesar de ter sido péssima), também como já vi muita gente do “ramo” também se dar mal.
    Então, tem que ter muita competência mesmo e se garantir pra fazer um festival “desse tamanho”, uma vez que pode melar o nome do “rock” aqui em Natal.

    É isso aí, abraços!

  4. É uma pena pro RN ter um festival tão bem estruturado mas
    com apresentações tão lamentáveis quando no nosso estado existem tantas bandas com muita qualidade e que não devem nada a nenhuma de fora.

  5. Esse foi o risco que Camilla meteu a cara e infelizmente deu zebra.

    Será que Camilla queria revelar bandas novas? Ou apenas algo mais democrático? Ainda falo que seria melhor uma pré-seleção, como falei na reportagem anterior.

    Conheço pouquíssimo das bandas citadas acima, mas realmente fica ruim pro festival, pro público, pra Camilla e principalmente pras bandas. Tocar para amigos ou em locais pequenos é legal, divertido, mas não é o principal.

    “Só estamos aqui hoje porque burlamos a votação!“ Essa realmente é de fuder! 600 pessoas mais quantas pessoas de imprensa e sei lá mais o que ouviram isso? Tantas e tantas pessoas trabalhando para deixar o Rock Potiguar em um nível alto e rola um lance desses? A “luta” vem desde os anos 70 ou 80. Desculpe-me Augusto, mas isso foi uma sacanagem.

    Tomara que tudo isso tenha servido de alguma coisa para a galera.

  6. TÁ NA COMUNIDADE DO ROCK NA RUA

    às pessoas que esperaram ontem pra entrar no festival.

    Tivemos vários problemas de última hora, dentre eles uma falha na sttu no horário de fechar a rua para começarmos a montagem e até uma queima no gerador.

    Não ficamos nem um pouco felizes também com esses acontecimentos de última hora, mas as coisas estavam além do nosso esforço.

    Aos que esperaram, as sinceras desculpas.

    Em relação ao ingresso, em todo canto diz que: “senhas antecipadas vendidas a 3 reais nas lojas bla bla bla… Para quem nos contactou, soube que seria 4 na hora.

    Abraços,

    Camila e Equipe Rock na Rua

    P.S.: hoje começa na hora! 🙂

  7. Atraso
    às pessoas que esperaram ontem pra entrar no festival.

    Tivemos vários problemas de última hora, dentre eles uma falha na sttu no horário de fechar a rua para começarmos a montagem e até uma queima no gerador.

    Não ficamos nem um pouco felizes também com esses acontecimentos de última hora, mas as coisas estavam além do nosso esforço.

    Aos que esperaram, as sinceras desculpas.

    Em relação ao ingresso, em todo canto diz que: “senhas antecipadas vendidas a 3 reais nas lojas bla bla bla… Para quem nos contactou, soube que seria 4 na hora.

    Abraços,

    Camila e Equipe Rock na Rua

    P.S.: hoje começa na hora! 🙂

  8. Bom…Só fui a um Rock na Rua, que foi no ano passado, conhecia pouquíssimo as bandas mas curti…esse ano logo que cheguei já vi que tava rolando problema no palco e lances, achei a estrutura muuuuuito bacana, a segurança também estava ótima, mas concordo com o redator e dcom os comentários…As bandas sendo escolhidas pela net não rolou!!! Teve banda que merecia ter entrado, que tem um som bacana e presença de palco e ficou de fora, e muita banda boiando no palco ontem, não assisti tudo, cheguei cedo, fiquei cansada e vazei pelas 1:30…mas como disse o evil lá em cima, nem tudo são flores…hoje vai ter banda bacana, espero que dê tudo certo (boa sorte, camila!) e vamo que o rock não para! :*

  9. Nós, da Lunares (sexta banda da noite), queremos agradecer à equipe do site DoSol, pela resenha positiva acerca do nosso show.

    Agradecemos também a todos que aguentaram o atraso do evento e nos prestigiaram. Foi um dos melhores shows da Lunares! E compreendemos a posição de quem foi embora. É uma pena, mas, diante do atraso, fazer o quê…

    E finalmente agradecemos à produção do Rock na Rua, apesar de tudo. Como pudemos ter notícia, houve problemas que se devem à incompetência de terceiros. Foi uma estrutura muito boa, as equipes de palco e camarim, etc., estão de parabéns. Vamos só torcer para que não haja mais atrasos absurdos como o de ontem, ofuscando a competência da organização.

    Até a próxima!

    Rodrigo, vocalista e guitarrista da banda Lunares.

    Escutem Lunares: http://www.myspace.com/bandalunares
    Comunidade: http://www.orkut.com/Community.aspx?cmm=20343779

  10. Poxa….nossa…que dia….(8)
    estrutura mt boa
    mt mesmo
    mas situaçoes deploráveis.
    banda ruins, extremamente cômico correndo pro trágico.
    BURLAÇÃO? DEPOIS VEM O DECLÍNIO.(votos ao vento)
    E o pior num foi nem terem assumido que esntraram burlando, pior foi banda que teve cara de pau de agradecer votos!!!!!!
    amigo, todo mundo sabe que todas as bandas que entraram pela votaçao tiveram os votos burlados por alguem 😉

    Ainda existem pessoas que querem fazer uma cena melhor, são nelas que eu acredito.

    estarei la hj de novo!

  11. Eu e Corvo (e mais uma multidão) já estavamos comentando que realmente algumas bandas não tinham experiência suficiente pra tocar no RNR, e que poderiam estar se queimando legal durante o festival, mais não foi por falta de aviso ou e de post’s na comunidade do evento que isso aconteceu. só lamentamos. de qualquer forma vamos ao segundo dia de evento, que esperamos que no minimo flua sem atrazos.

    PS- THE SINKS 19:30 ainda bem.

  12. Achei um tremendo desperdicio de estrutura. Bandas despreparadas, que não tinham condições de estarem ali ontem. Vcs já ouviram falar no new generation? pronto,
    um evento bacana que tem como objetivo revelar bandas novas pro rock potiguar, que alias já revelou muitas bandas que poderiam sem sombra de duvida tocar no rock na rua… Espero quem é de fora do RN e tava ali ontem não leve pra casa uma imagem desfocada do rock potiguar.
    Organizadores, vcs são daqui de natal mesmo?
    pq não parece nen um pouco…
    boa sorte na proxima….

  13. Quanto ao atraso, vá lá, eu sei como são as coisas nessa cidade e dá até para perdoar.

    Mas quanto as bandas não. Não passei dos Servants. Muito ruim, muito ruim, muito ruim mesmo o som. Nem quis esperar para ver mais. Fui logo embora. Queria ter visto Experiência Apyus, Mafalda Mofina, mas para aguentar essa escalação, preferi ir pra minha cama durmir.

    Não sei se vou hoje.

  14. caramba!!

    paguei quatro contos e sai sem ver seuzé..atrasos, cmo tudo organizado por quem todo mundo sabe quem eh.. aliás,pensei que mutreta soh existia em brasilia kkk, mas sou otimista..ainda!!!

    povo que quizer falar, me xingar, ou apenas conbinar projetos culturais em parnamirim ou natal..soh me add.. xkeilalokax@hotmail.com

    xaw povo..bom show pra quem for a ultima noite..

    xkeilalokax

  15. Putz…
    ontem fiquei super mal porque não rolou de ir pro rock na rua, prometi a mim mesma que hoje ia sem falta!
    Mas depois dessa resenha e de seus comentários…
    já vi que nem foi tão ruim eu não ter comparecido! 😀

    Hoje eu apareço, de repente tem coisas melhores…

  16. Rapaz, eu ia entrar, mas quando cheguei na porta tinha umas 30 pessoas (era muita gente) dizendo: Nem entre que vão só perder dinheiro.
    Eu só queria ver Mafalda Morfina.
    E outra, achei que os estilos não foram muito diversificados.
    Punk, hard e metal são legais.
    Mas cadê o blues?
    Cadê algo mais eletrônico?
    Cadê o reggae?
    Cadê o mangue beat?
    Cadê o hip hop?

    Putz, dos estilos que eu curto não tinha nada.
    A proposta do festival é ser só rock puro ou era pra diversificar?
    Tinha algo de diversidade na proposta, não era?
    Nêguedmundo cadê?
    Simona Talma cadê?
    Jack Black cadê?

    Olha…
    Voto popular com as bandas novas tudo bem. Mas essa galera era pra ter sido na seleção.

    ui

  17. galera, valeu o esforço da Camila e da produção para o primeiro dia, e tem surpresa vindo aí…
    A BANDA DIFFUSÃO DE FORTALEZA, não está na programação mas, fechou com a produção e irá tocar, sendo a última banda a se apresentar e inclusive neste momento está pondo os’pés em solo potiguar…
    Renato Leal preste atenção nessa garotada daqui. Que acaba de lançar seu primeiro àlbum “SEM PENSAR NO AMANHÔ…

  18. Ai galera pra ouvir as músicas da banda DIFFUSÃO de Fortaleza antes do show logo mais à noite:
    http://tramavirtual.uol.com.br/artista.jsp?id=70071
    http://www.bandasdegaragem.com.br/diffusao
    http://www.purevolume.com/diffusao_5
    ___________________________
    Comunidade OFICIAL:
    http://www.orkut.com/Community.aspx?cmm=31256492
    ___________________________
    Video da Banda no you tube:
    http://br.youtube.com/watch?v=xW3q4aYM2vo
    ___________________________
    Contatos: Gerson Pereira
    (85) 32958265 / 88184177
    gerson@ufc.br

  19. Muito fácil falar da organização, mas de fato ninguém estava por trás do evento para saber o que estava acontecendo, a organização esta de parabéns quando no quesito tratamento com as bandas. Concordo que a eleição das bandas foi falha mas alguns fatores podem ter sido uma ajuda para as bandas ditas imaturas, no caso, o som do palco, péssimo, não deixava saber o que era norte e sul tirando totalmente o controle de palco para a banda… Enfim, sou suspeito para falar, toquei lá, somos imaturos sim, mas pra um dia ser grande, é preciso engolir sapo!

  20. sim, eu sou a tal menina lá do jazz. n po, eles mudaram set list na hora, n ensaeei, estava d luto qdo eles tavam gravando, mil coisas. p ce ter ideia, fui alfabetizada ate a 1 serie do ensino infantil em casa, entao meus pais me colocaram em escolinha de arte tipo teatro, canto (desafino mesmo, o negoço é ter presença d palco), dança. mas mané dançarina nao@! sou fotografa desd os 15, saca ai o trabalho. enfim, valeu pela cobertura, aceito critica na boa, mas foi a 1 vez q tava num palco p publico grande. todos nos somos tragicomicos. c’est la vie.

  21. Primeiro dia foi muito ruin! muita banda despreparada, e foi massa ver a galera assumindo que burlou a votação! ficou bonitoooooooo! kkkkkkk, fica a lição!

    Ontem eu perdi o klamah , sex bomb e rock rovers, mas o the sinks e o brand new hate botaram pra fuder, o resto foi como na sexta…

  22. As bandas de Natal são tão despreparadas e sem noção, que se dão ao trabalho de AGRADECER aos elogios… “Nós da banda tal e tal, agracemos a equipe do site pelos elogios”… tenha dó, pessoal. Senso do ridículo anda em falta nessas bandas…

  23. Eu sinceramente acho o seguinte… os comentários feitos sobre a noite podem até ter uma certa profundidade, mas o ESTILO do festival não promete noites de profissionais, pois não é nenhum Rock In Rio, até mesmo o Mada já apresentou MUITA coisa que não julgamos estarem aptos a tocarem ali.

    Agora aquele ditado é mais do que real.. “gosto é igual a (_*_)” ao mesmo tempo que nosso amiguinho “LEAL” fez suas opniões da banda “X” ou “Y” dizendo q foram uma bosta, teve gente que gostou e foi parabenizar os mesmo após a tocada, sabe pq? Pq fez o gosto deles.

    Então não é justo num festival pra BANDAS que estão começando derrepente querer ver uma quase “FOO FIGHTERS”, “RED HOT” no palco… se é isso q vc quer amigo… vai pro rio, pra sampa, pra salvador, atras dos festivais grandes d verdade q no ingresso de 80,00 (por baixo) vc ja compra o sucesso da noite. Agora um festival como o Rock na Rua de ingresso simbolico, vc ir, e ainda querer esse desempenho todo NA SUA OPNIÃO… faz o seguinte… ja viu.. e não gostou… na proxima edição fica em casa vendo algum DVD de show que faça seu agrado. Depois da PUXADA DE SACO que deu nos caras de Experiencia Apyus (será q é pq eles desenvolveram este site?) … não digo mais nada.

    Agora uma duvida cruel… SERÁ QUE “NOSSO AMIGUINHO LEAL” COM UM MICROFONE NA MÃO LA NO PALCO TERIA UM RENDIMENTO MELHOR DO Q OS QUE ELE “DISSE” Q NÃO TIVERAM? OU ELE É SÓ MAIS UM DESSES Q EXISTE PRA NEGATIVAR E PUXAR OS OUTROS PRA BAIXO.

    ANTES QUE PENSEM QUE EU SOU UM DOS MUSICOS INCLUSO EM UMA DAS BANDAS Q ELE NEGATIVOU, NÃO… NÃO SOU. SOU UM MUSICO Q VIM LER OS COMENTARIOS CURIOSO PRA SABER COMO FOI A APRESENTAÇÃO DE AMIGOS MEUS E ME DEPAREI COM OS COMENTARIOS HORRIVEIS DE UM POSSIVEL “MUSICO FRUSTRADO” QUE POR NÃO TER VOCAÇÃO OU OPORTUNIDADE RESOLVE JOGAR FARINHA NA PIZZA DOS OUTROS.

    Valeu!!!!

    PARABENS A TODOSSSSSS QUE TOCARAM LA!!!!

  24. O tal ROCK NA RUA começou RUIM ,pelo começo o que estava previsto para começar às 18:00 começou às 11:00,nos mostrando uma desorganização e desrespeito para com o público que estava disposto a conhecer a produção de ROCK da nossa cidade.
    Jovens talentos sim, prontos para serem lapidados mas não ridicularizados como fizeram a partir daquele ridículo dia.
    Seu Foca tmb não conseguiu nos mostrar o que realmente significa afinação,harmonia,estrutura de palco, estética apropriada para ocasião,altamente tosca à começar pelo vocalista. Enfim… Tudo precisa melhorar,nossa cidade necessita de cultura com qualidade em todos os sentidos!
    VCS conseguiram ser mais idiotas do que eu imaginava,espero que não tenha mais “festivais desta natureza” pior sería impossível. Só lamento,o desperdício de dinheiro com incentivos tão desnecessários nesta cidade.

  25. Bom, eu concordo q deva existir gente de senso critico, mas acho q tem q haver uma maneira de expressar isso sem desencorajar os q estão começando como fazem em relação a algumas bandas. Teve gente q mandou até desistir de vez! Não é por ai! Envolve sonhos, talentos, mesmo não prontos ainda p um evento grande mas um evento de bandas locais, rock d rua mesmo, se as bandas tivessem profissionais já não estariam aki a tempos. O estilo de votação favoreceu isso e principalmente a falha no sistema permitiu bandas entrarem sem estarem preparadas exatamente para este festival! Muitas vão progredir! Obrigada as críticas construtivas a minha banda, e vários elogios tb! Inclusive as pessoas de outras bandas vieram falar comigo, valeu! Ah, realmente os meninos disseram algo sobre não se ouvirem bem mas, pode tb ter haver com alguma inexperiência com certeza! Bandas verdes! Podem e devem com certeza amadurecer em breve!

  26. Neto, já falei pelo msn, mas vai aqui:

    1) Opinião jamais será baseada pela cabeça de terceiros. Renato escreveu (podia ter sido outra pessoa) o que ELE achou, quem discorda comenta discordando e assim vamos indo. Não ele despreparado, e nem é músico frustado.

    2) Por sorte de muitos grupos realmente sem muita experiência que a mídia de jornais e críticos mas pesados não estavam no festvial, porque aí sim a repercussão seria MUITO MAIS NEGATIVA. Nõ boto a culpa nas bandas, elas foram lá e fizeram seu papel, aproveitarm um espaço mesmo imaturas. Aculpa foi do festvial que tem a proposta de ter grande visibilidade e não se preocupou em proteger qu ainda não estava totlamente preparado. As críticas é só reflexo de quem assiste. Aposto com você que muitas pesosa sse identificaram com a resenha e alguns não. Faz parte.

    3)você julgou a experiência ápyus só porqie o cara é web desinger no site. Injusto. Sele não fosse o web o show seria melhor? o que tem habver uma coisa com a outra.

    4)quem escreve não tem que ficar provando nada com o “microfone na mão” isso é parte das bandas. Cada um faz o seu. Banda que quer público e reconheciemnto tem que pasasr por isso. Quem quer moleza que sente na canjica :)!

    5) Por último: todo mundo pode ler, concordar ou discordar. Os comentários estão aí para isso!

  27. Polyana, eu fui mau? Meus amigos adoraram… deve ser porque eles são meus amigos. heeeheh.

    Sua opinião tá ái postada, igual a ddo cara que gostou da banda, isso é o que importa.

  28. Caro Neto,

    Pode ficar tranqüilo que os elogios do Leal à Experiência Ápyus nada tem a ver com o fato de eu ter desenvolvido junto com Foca este site. Aliás… Nem conheço o Renato Leal. E talvez ele nem saiba da minha relação com este site, ok?

    Só para dar minha opinião, apesar de ter ficado extremamente feliz com as palavras dele, discordo do mesmo pois na minha opinião o melhor show da noite foi do Sunset Boulevard disparado. Mas em Natal a crítica não costuma apertar a mão de banda cover, o que pode ser bom ou não, e deu que o SB é meio que um Uskaravelho do metal, tocando o melhor dos 80.

    Mas fica tranqüilo que festival é assim mesmo. Já participei de uma dezenas deles aqui no estado e sempre são apontados pontos positivos e negativos. O erro é tomar uma única resenha como verdade absoluta. O melhor a fazer é aguardar a publicação de outras resenhas em outros veículos, ou até ponderar mesmo o comentário da galera aqui no site, e tentar tirar o melhor proveito possível dos elogios e das críticas.

    E repense sua função de amigo de alguém que tem banda. O pior que pode ocorrer a uma banda nova é os amigos deixarem a sinceridade de lado apenas para manter a amizade e puxar o saco do amigo. Se alguma banda de amigo seu não fez um show legal, seja sincero, explique aos caras que não curtiu. E mesmo quando curtir, se pergunte se você não curtiu apenas porque são seus amigos. Essa sinceridade ajudará seus amigos a querer fazer algo melhor. Se eles vêem um crítico falando mal, eles ficam com raiva. Se você, um amigo, aponta algo que não gostou, eles vão ouvir e vão pensar numa solução.

    Abraços, caro cara.

  29. Caro “amigo Ápyus”…

    Acho que vc não entendeu ou mesmo recebeu “mal” o meu comentario, receio sinceramente que isto tenha acontecido…

    enfim… deixo claro aqui que não fui ao festival… e não passei a mão na cabeça de nenhum amigo q tenha tocado e mandado mal… apenas, traduzindo bem pra todos o que quero dizer, é que acho que deve existir “SIM” a crítica! Claro! Com ctz! Pois elas fazem o ser evoluir em busca do mais próximo possivel do q chamamos de “perfeição”… mas acho q as CRÍTICAS tem q ser muito bem analisadas antes de serem lançadas, pra q elas ao invés de fazer alguem se superar, não faça esse alguem DESISTIR. Entende? Qnd comecei a tocar eu lembro da ansiedade de subir no palco pelas primeiras vezes, maior ainda se tivesse um publico parado olhando pra tua cara prestes a te julgar. Esse início de banda é muuuuuito complicado pq qnd vc já tem um trabalho conhecido como por exemplo JANE FONDA, (uso eles como exemplo pois é um dos poucos trabalhos que conheço e gosto por aqui) é diferente pois o publico ali já conhece seu som, então vc não está naquela de “Será que vão aprovar nosso som”? Vc sobe pra dar seu recado, tocar pra quem curte seu trabalho e pronto… mas qnd vc vai subir pelas primeiras vezes, qnd vc vai mostrar COMO é seu trabalho… nossa… é uma experiência delicada, não sabe como vão receber, se vão gostar, e acima de tudo fica LOUCO pra ver as críticas depois. E nesse momento é melhor ouvir algo do tipo: “Os meninos demonstraram vontade e etc, mas ainda tem q malhar pra fazer algo bem superior ano q vem!”… acho que é bem melhor do que ouvir algo do tipo:

    “Não cheguei a ficar com vergonha por eles porque o negócio tava tão tosco que chegou a ser engraçado…”.

    Acho que quem tem o objetivo de criticar construtivamente pode deixar claro q “NÃO FOI LEGAL” a apresentação sem fazer daquele trabalho uma “PIADA” pra que todos os ridicularizem.

    Foi isso que eu tentei dizer e confesso que me expressei muito mal qnd citei vcs da Ápyus como desenvolvedores do site e levando por isso créditos de os melhores da noite. Sinceramente me desculpe.

    Mas por favor (para aqueles que ridicularizam trabalhos alheios)… vamos fazer críticas INTELIGENTES que não precisam incluir PIADAS “jogando ao chão” o que aquela pessoa passou tempos idealizando.

    Aproveito e convido todos a ouvirem nosso som:

    http://www.purevolume.com/215db

  30. Olha só, acho que realmente a organização do Festival pecou, ao se deixar dominar por bandas escolhidas através de votação na internet. Acho que um processo seletivo por uma bancada de júri profissional no ramo da música, jornalismo, arte, seria bem mais eficaz.Mas acho que a Camila e os demais organizadores aprenderam, e próximo ano o festival com a mesma estrutura, escolhendo bandas melhores, tem tudo para ser um sucesso! Por outro lado preciso parabenizar três bandas que chamaram minha atenção: Mafalda Morfina (fez show na sexta-feira), andei pesquisando sobre a banda, a vocalista alem de dominar o palco com estilo invejável e ter uma bela voz, é a compositora do grupo, parece que é meio conhecida como “a rockeirinha do Ceará”, e por lá a banda tem grande respeito e vem crescendo muito, se continuarem assim, vão conquistar rapidinho mais espaço no cenário rock regional e nacional!Parabéns também a banda Brand New Hate(de sábado), o clima da banda realmente é mto bom, além do vocal ter destaque por sua presença de palco!Muito bom também a banda Experiência Ápyus(de sexta-feira), fizeram um som limpo, com boa letra, harmonia mto boa, animação, não se preocupavam mto com roupas,visual mas tinham um certo estilo…fez lembrar boas bandas do inicio dos anos 90!

    Bom galera aqui deixo minha opinião.
    Quanto ao senhor Renato Leal…não o conheço…mas suspeito que ele possa ser parente de algum músico frustrado…ou mesmo ser um próprio. Mas o cara causou polêmica, movimentou o site, então vamos respeita-lo.

    Abraços, que o próximo Rock na Rua der mais ainda o que falar…e que os comentarios sejam os melhores!!

  31. Fiz um teste aqui e parece que a enquete também pode ser burlada…kkkkk
    é torcer pra que tenham consciência e votem somente uma vez…

    a discussão sobre o evento tá muito legal…mas cadê a resenha do segundo dia???

    falow!

  32. e ai man, tem resenha do segundo dia no site procura ai que vc acha bota rock na rua na procura do próprio site que rola. Quanto a enquete, fizemos ela para isso mesmo, testar se pode ser burlada e logicamente sempre pode! 🙂

  33. acho que essa galera preisa ler mais ,viajar mais,digo viajar nao ficar fumando maconha e escutando beatles achando o maximo som retro,acho a cena potiguar 2000 muita fraca,excelentes musicos ,mas pessimos artistas….pessimos musicos excelentes artistas sera que essa dobradinha e verdadeira…kkkkkkkkkkkk
    sinceramente acho que falta rock realmente,a cena de natal e muito pausterizada muito politica,acho um saco apesar de muitas pessoas batalhando,digo bandas ,selos ,o caralho,mas vejo sempre mesmice….e continuamos a inportar o rock de sao paulo que e uma porcaria…perai gente ces aguetam cachoro grande cover de strokes mal passado com beatls ..pau no cu,,ne..acho que rio grande da morte tem peeoas com muito potencial…massssss….masssssssssss,,,massssssss…somos nordestinos,nao somos unidos queremos lucro e retorno rapido …e a criatividade,e a genilaidade ea revoluçao…..viramos politicos?assistimos demais mtv,,,cade o rock,que porra e pop rock?alguem pode me responder?quando e que natal vai ser mais honesta e portanto mais rock n roll,quando vamos fazer uma orgia em cima do palco ,masturbaçao ,dedo cu ,essa porra toda,,,quando vamos sair do conplexo de pisca pisca e brilhar tal qual uma super nova…viva nossso querido elefante rio grande do norte.marcelo gandhi.

  34. DICA!!!

    Acho que na próxima vez, o site deverá ter uma sessão de UPLOAD, onde a banda envia um link para a COMISSÃO do site baixar o audio da mesma e ouvir. Mediante isso… colocarem no site o nome e musicas digamos das 30 bandas q mais gostaram, e os usuarios após isso poderem onar nas bandas q gostariam de ouvir. Desse jeito o publico estaria opnando entre as que a comissão OUVIU e APROVOU como qualidade. então se peneirar e botar só 15 no site, mas sendo 15 q PRESTAM… acho q estará de muito bom tamanho, pois teremos 15 bandas muito boas pra sakar!

    Podem ter ctz q na edição do ano que vêm verão o show da banda “KedaH”. Rock de verdade!

    Abração a todos!

Deixe uma resposta para Cambita Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *