Notícias

CIRCUITO ROCK DOSOL NO JORNAL DE HOJE

ROCK TERÁ PROGRAMAÇÃO ECLÉTICA COM BANDAS NOVAS, CONSAGRADAS E INÉDITAS
03/06/06
Por Marcílio Amorim

Quarenta bandas locais e nacionais, é o que promete o Circuito Rock DoSol, promovido pelo produtor musical Anderson Foca. A idéia é quebrar o tabu de que nos meses de janeiro e fevereiro só funcionam a base de ritmos populares. “Natal sempre para no verão quando assunto é rock, os bares da Ribeira fecham as portas, as bandas param as atividades e fica tudo para depois do carnaval. Nossa idéia é não deixar o bom trabalho que estamos fazendo durante todo o ano exatamente no período que recebemos mais visitantes”, diz Foca, produtor do Circuito.

O Circuito Rock DoSol acontece em várias datas nos meses de janeiro e fevereiro sempre no DoSol Rock Bar na Rua Chile, Ribeira. As atrações já foram confirmadas como Wander Wildner (RS), Pactum (PR), Astronautas (PE), e Autoramas (RJ), Dj Dolores: Aparelhagem (PE), Nx Zero (SP), Vamoz (PE) e Kohbaia (CE) além das locais Montgomery, Jane Fonda, Allface, Os Bonnies, Folcore, Peixe Coco, Uskaravelho, Experiência Ápyus, SeuZé, Karpus, Zero8quatro, entre outras. Grande parte das atrações reveladas em festivais independentes como o MADA, realizado em Natal. “A idéia básica é juntar as bandas locais com artistas de renome da cena independente nacional, trocar contatos com eles e tentar que nossas bandas viagem Brasil afora também”, diz Foca.

Além de promover shows com bandas nacionais o “Circuito Rock DoSol” ainda terá duas pratas da casa lançando seus projetos. O Karpus, banda de hard core melódico potiguar, aproveita o circuito para lançar seu primeiro cd pelo selo DoSol. Já o Zero8quatro, promove uma noitada no circuito para fazer a gravação de um clip de divulgação da banda. O circuito ainda promove uma noite de fomento só bandas da novíssima cena de Natal. “Estamos dando uma opção de show que o potiguar que gosta de rock alternativo nunca teve nesse período. Creio que teremos êxito e que este evento seja o primeiro de muitos circuitos”, fala Ana Morena, co-produtora do projeto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *