OBAMA HOMENAGEIA STEVIE WONDER

obamawonder

Fonte: Rock Press

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, entregou nessa quarta-feira ao compositor Stevie Wonder o Prêmio Gershwin da Biblioteca do Congresso em reconhecimento a sua obra. Obama, que disse que as músicas de Wonder marcaram sua juventude, entregou o prêmio ao artista durante uma cerimônia na Casa Branca, em que também foram homenageados Tony Bennett e Martina McBride.
“O que emociona é que vivemos um momento em que podemos ver que este país cumpre sua grandeza e que se olha através do amor, do compromisso e do cuidado de um presidente, nosso presidente Barack Obama”, disse Wonder.

“Stevie reuniu uma incrível gama de tradições em sua música criando com isso um estilo que foi único e ao mesmo tempo universal”, afirmou Obama. O Prêmio Gershwin, adotado em homenagem aos compositores Ira e George Gershwin, é concedido como homenagem ao trabalho musical de toda uma vida. Em 2007, foi entregue ao também cantor e compositor Paul Simon.

FAITH NO MORE VOLTA A FAZER SHOWS

faithnomore_thumb1

A notícia é bombástica e deve ser o retorno do ano sem dúvida: Faih No More está de volta aos palcos! Segue post e links retirados da comunidade da Bizz no Orkut sobre o caso!

Já está em todos os sites.

“O que era um simples boato, foi confirmado nesta segunda-feira pelo empresário de Mike Patton.

De acordo com ele, o Faith No More decidiu se reunir apenas para uma série de festivais no verão Europeu. Ele disse que o FNM não pretende fazer uma turnê mundial, que inclusive nem passará pelos EUA. É apenas uma reunião para o velho continente.

Bom, vamos torcer para que haja propostas financeiras bem atrativas para que o grupo mude de idéia e decida vir para a América.

Se vasculharmos o site da IPECAC, poderão ver que está tudo parado por lá há quase um mês, e que Paton não tem marcado apresentações.”

http://www2.kerrang.com/2009/02/faith_no_more_reform.html

PEARL JAM NA INDEPENDÊNCIA

pearl_jam

Fonte: Rock Press

O Pearl Jam deve lançar seu nono disco de estúdio ainda em 2009, e de forma independente. Atualmente, a banda está ensaiando para entrar em estúdio. O disco será produzido por Brendan O’ Brien, com quem já trabalharam nos álbuns Vs., Vitalogy, No Code e Yield. Em maio de 2008, o guitarrista Mike McCready afirmou que a banda já estava trabalhando em “quatro ou cinco músicas”, o que gerou expectativas de que um novo disco seria lançado até o fim do ano passado. O último disco de inéditas, homônimo, saiu em 2006.

MORRE LUX INTERIOR DOS CRAMPS

Fonte: WithLasers

[youtube:http://www.youtube.com/watch?v=iCQ4QLFl01g]

Segundo um comunicado publicado pelo blog, Lux – que tinha 62 anos – foi vítima de problemas cardíacos.

O Cramps surgiu na cena de Nova York, na segunda metade dos anos 70, junto com a galera da casa noturna CBGB’s. Liderado pelo casal Lux e Poison Ivy, o grupo foi um dos primeiros a jogar rockabilly no meio do punk, criando o que mais tarde viria a ser conhecido como psychobilly. Ou seja, se não fosse a banda toda uma cena de Curitiba provavelmente não existiria.

Mais sobre a morte do artista:

*”Frontman do The Cramps morre” (NME);

*”Morre Erick Purkhiser, a.k.a. Lux Interior do The Cramps” (blog do Phoenix New Times);

*”Morre o frontman do Cramps, Lux Interior” (Billboard).

Nota do Portal Dosol: uma pena, éramos grandes fãs dos Cramps, banda seminal do rock garage, sujo e direto do mundo. Fica o legado!

AMY WINEHOUSE DIZ ESTAR LONGE DAS DROGAS

amywinehouse

Fonte: Rock Press

Amy Winehouse contou que suas férias no Caribe a mudaram completamente. “Eu amo isso aqui e nunca fui tão feliz”, disse ela. A cantora conheceu um rapaz no resort em que está hospedada desde o Ano-Novo, o jogador de rugby Josh Bowman. “Estou apaixonada de novo e não preciso das drogas”, afirmou. Amy explicou que não sente a mínima vontade de voltar para sua residência em Londres. “Minha casa é um inferno para mim. E eu escapei disso. Lá há drogas em todo o canto. Eu acho que nunca mais volto. Era para eu ir semana passada, mas pensei que se dane, vou ficar.”

Amy disse ainda que pela primeira vez pode dizer que definitivamente parou com as drogas. “Não toquei em nada desde que cheguei aqui e me senti a melhor em anos”. A cantora é casada com o músico Blake Fielder-Civil, que no fim do ano passado deixou a prisão. Segundo ela, ele era o motivo de sua vida ser um caos. “Blake era um lixo na cama. Toda vez que eu dormia com ele parecia que eu estava morta. Estou feliz aqui e tendo um ótimo momento com Josh. Vou ligar com Blake quando voltar. Mas nosso casamento era baseado em usar drogas. Então estar com alguém como Josh é muito melhor para mim”.

Segundo Amy, no resort ela tem tido tempo para ler livros e se bronzear. A cantora ainda voltou a compor durante as férias. “Isso aqui me fez querer voltar a ter minha carreira novamente. Toda noite eu tenho feito algumas músicas no piano e comecei a pensar em gravar um novo disco.”

ALESSANDRO MAGÃO (RN): GOGOL BORDELLO É CRUEL!

Gogol Bordello é cruel!!!!!

Então…passei um fim de semana inusitado na música, em pleno domingo em casa, isso que é um milagre pra mim, pois sempre estou trabalhando. Mas não vem ao caso, o que importa é que nesse domingo parei para escutar GOGOL BORDELLO, sem contar que tenho quatro discos dos caras e ainda tinha baixado um show deles no Glastonbury Festival na inglaterra.

O som dos caras é uma loucura. O grupo é composto por músicos de várias etnias. Os músicos da banda são da Ucrânia, Russia, China, Estados Unidos, Israel e Etiópia, eles se dizem os punks ciganos, e é bem isso mesmo, muito bom, estou no momento escutando “Not a crime”, mas “immigrant punk”, “Start Wearing Purple”, “Super Taranta” e “Mala Vida” são fantásticas, vale a pena ouvir essa banda, escutar todos os discos é a melhor pedida, se não é só pedir lá no Peppers que a gente toca…

Um abraço!!!

Alessandro é DJ do Sgt Peppers e do Balie Barulinho Bom no Sancho Pub

SMASHING PUMPKINS NÃO LANÇARÁ MAIS DISCOS

Fonte: Uol

Billy Corgan, vocalista do Smashing Pumpkins, disse que seu grupo não lançará mais nenhum disco. Em entrevista ao jornal “Chicago Tribune”, o músico admitiu que as reações negativas em torno do álbum mais recente, “Zeitgeist“, de 2007, é parcialmente responsável pela desistência.

As pessoas não ouvem as músicas. Elas colocam no iPod, arrastam dois singles e ignoram o resto“, disse.
Apesar de não lançar mais discos, a banda não vai parar de compor. “Nossa função primordial agora é ser uma banda de singles. Seremos criativos, mas de um jeito diferente“.

Recentemente, o Smashing Pumpkins lançou o single “G.L.O.W.” exclusivamente para o game Guitar Hero World Tour. O grupo chegou a produzir um videoclipe para a música.

TRAVIS BARKER (EX-BLINK 182) VOLTA A TOCAR

Por Marcos Bragatto, Rio de Janeiro.

Em entrevista à MTV americana, o ex-baterista do Blink 182, Travis Barker, disse que já está apto para voltar a tocar bateria. Conforme noticiado aqui, ele sofreu um acidente de avião há cerca de dois meses, e teve várias queimaduras. No vídeo, Travis diz que já está tocando bateria de novo, e está pronto para voltar ao estúdio. Veja a entrevista:

[youtube:http://www.youtube.com/watch?v=1kgpIddvPSg]

WEEZER NO LIVRO DOS RECORDES

Fonte: Rock Press

Troublemaker,” novo single do Weezer, deve ser citado na próxima edição do Livro dos Recordes em cinco categorias após a gravação do seu clipe. Um oficial acompanhou a filmagem e avaliará os feitos registrados pela banda. Os recordes pretendidos pela banda são: maior número de pessoas “solando” guitarras imaginárias (233), maior jogo de queimada (duas equipes de 50), maratona mais longa jogando Guitar Hero (mais de 10 horas), maior luta sobre tortas (120 pessoas) e maior número pessoas andando de skate no clipe ao mesmo tempo (22).

CLIQUE AQUI PARA VER O VÍDEO

AMY WINEHOUSE AMEAÇA COMETER SUICÍDIO

Fonte: rockpress

Amy Winehouse ameaçou se matar usando uma faca nessa segunda-feira. Segundo testemunhas, a cantora perguntava: “Qual a razão da vida?”. Os amigos conseguiram tirar a faca de suas mãos, mas agora estão com medo de que aconteça algo a qualquer momento.“Amy tem vontade de morrer.

Suas emoções são exageradas. Ou ela fica para cima o tempo todo, ou fica com sentimentos suicidas quando ouve algo que não gosta. Ela tem essa estúpida idéia de morrer cedo tal qual Sid Vicious. Ela não tem medo disso, e acredita ser o seu destino”, disse uma fonte.

ARTIC MONKEYS DA APERITIVO DO DVD

Por Marcos Bragatto (RJ)

A música “The View From The Afternoon”, gravada ao vivo, é um tira-gosto para o DVD “Arctic Monkeys Live At The Apollo”, e está disponível para download no site oficial da banda, mas só até dia 10 de outubro. A faixa faz parte de um box especial que tem o álbum gravado ao vivo, no Texas, em 2006, em vinil, e um poster do show. Para comprar essa caixinha, só acessando o site. Já o DVD, que sai no dia 3 de novembro, foi gravado em Manchester no ano passado, e tem o seguinte repertório:

1- Brianstorm
2- This House Is A Circus
3- Teddy Picker
4- I Bet You Look Good On The Dancefloor
5- Dancing Shoes
6- From the Ritz To The Rubble
7- Fake Tales Of San Francisco
8- When the Sun Goes Down
9- Nettles
10- D Is For Dangerous
11- Leave Before The Light Come On
12- Fluorescent Adolescent
13- Still Take You Home
14- Da Frame 2R
15- Plastic Tramp
16- 505
17- Do Me A Favour
18- A Certain Romance
19- The View From The Afternoon
20- If You Were There, Beware

RED HOT CHILI PEPPERS PARA E FLEA VAI ESTUDAR

Fonte: G1

O Red Hot Chili Peppers revelou que vai fazer uma pausa em suas atividades. Depois de uma extensa turnê de divulgação do álbum “Stadium arcadium”, de 2006, o grupo diz ter ficado emocional e mentalmente esgotado.

“Trabalhamos arduamente durante muito tempo”, explicou o baixista Flea ao “Los Angeles Times”. “Estávamos precisando ficar longe de tudo para olhar as coisas sob uma nova perspectiva.”

O artista também disse que se matriculou na University of Southern California para estudar música. “Estou grato que minha educação musical tenha evoluído, mas é divertido aprender coisas que eu nunca havia estudado antes.”

O Red Hot Chili Peppers lançou nove álbuns de estúdio. A banda surgiu em 1983 a partir da reunião do vocalista Anthony Kiedis e do baixista Flea. O baterista Chad Smith e o guitarrista John Frusciante fazem parte da formação mais recente do grupo.

NOTÍCIAS DE TRAVIS E DJ AM

O pessoal do site Action182, especializado em cosia do Blink 182, mandou para npós as últimas notícias sobre o estado de saúde do Travis Barker. Acompanhem nota completa:

Depois de alguns dias sem muitas novidades sobre o acidente do último sábado, saiu hoje algumas notícias sobre o Travis Barker e o DJ AM.

Segundo a notícia do site Contact Music, Adam Goldstein, o DJ AM, voltou para Los Angeles. Ele estava internado no Joseph Still Burn Center desde sábado e ontem (ou hoje) pegou um ônibus em Augusta, cidade do centro de queimados onde ele estava.

Já sobre o Travis, o site da People falou com o amigo do baterista, Jermaine Dupri, que disse que Travis deve sair do hospital em duas semanas. Dupri disse que tudo está indo muito bem com seu amigo. Palavras do Dupri: “Ele está indo bem, ele ficará bem. Ele só precisa de alguns tratamentos.”

Dupri ainda completou dizendo: “Ele provavelmente irá mandar uma mensagem para todos em alguns dias dizendo a todos que ele está se sentindo melhor.” Dupri disse ainda que Travis está sentindo o amor que de todos. Continuar lendo

BONO DO U2 AGORA TEM UM BLOG

Fonte: Rock Press

Bono está escrevendo artigos para um blog da Millennium Development Goals, hospedado no site do jornal Financial Times. O cantor tem escrito sobre temas políticos, como a necessidade que os países europeus têm dos africanos. Num post, ele revelou detalhes de um encontro que teve com o presidente francês Nicolas Sarkozy. “Sarko é uma verdadeira presença física. Ele pode até ser mais alto do que eu… animado, engraçado, em um minuto; irritado no outro”.

Bono também escreveu um artigo afirmando que deseja se encontrar como os dois candidatos à presidência dos Estados Unidos, John McCain e Barack Obama, em um futuro próximo.

Link: http://blogs.ft.com/mdg/

TRAVIS BARKER TEM ESTADO DE SAÚDE ESTÁVEL

As últimas notícias que rodam a internet sobre o estado de saúde de Travis Barker, ex-baterista do Blink 182 que sofreu um acidente aéreo na última sexta na Carolina do Sul nos EUA é mais animadora. Segundo amigos da família, a análise médica do músico é positiva, mesmo ele ainda estando em estado grave e em coma induzido.

Travis teve várias queimaduras de segundo e terceiro graus principalmente na região das pernas mas segundo os médicos não corre mais risco de vida. A recuperação completa do músico pode durar até um ano, também segundo fontes ligadas à família.

TRAVIS BARKER (EX-BLINK182) SOFRE ACIDENTE E ESTÁ EM ESTADO GRAVE

Fonte: G1

Travis Barker, ex-baterista da banda Blink 182, ex-namorado de Paris Hilton e estrela do Reality Show “Meet the Barkers”, da MTV, está internado em estado grave depois de um acidente de avião em que morreram quatro pessoas.

O DJ AM, que estava no avião com Baker, também está gravemente ferido. Os dois estavam a bordo de um jato particular que pegou fogo enquanto deixava um aeroporto da Carolina do Sul, nos EUA, na noite desta sexta, 19.

De acordo com o site US Magazine, o DJ AM, cujo nome verdadeiro é Adam Goldstein, estava consciente enquanto era levado de ambulância para o hospital. Ele conseguiu falar com a mãe pelo telefone e disse estar “completamente aterrorizado e traumatizado”. No momento, ele está em coma induzido, já que sofreu queimaduras graves. Os médicos afirmam que tanto o DJ como o baterista têm sorte de estarem vivos.

RESENHA DE DISCO: WEEZER – WEEZER

weezerredalbum.jpg

É possível mostrar frescor num tipo de música criada há 14 anos, ainda mais num mundo pop velozmente mutante? Possivelmente não, mas a tentativa também não pode ser rechaçada de antemão, e é isso que faz o Weezer sobreviver – e muito bem – ainda que seus alicerces não dêem margem a tantas possibilidades na hora de buscar alguma mudança. Por isso este disco, que volta a ser auto-intitulado, fica no meio do caminho em soar retrô – o que em termos de Weezer significa parecer com o disco de estréia – e apontar pra frente, sem saber onde tudo isso pode dar. A tal busca das saídas.

Nesse sentido, a segunda faixa desse CD, “The Greatest Man That Ever Lived” reúne basicamente as duas coisas. Flerta com o heavy metal, reivindica certa pompa, mas ao mesmo tempo realça os típicos vocais de Rivers Cuomo, tão famosos que ajudaram até gente como Jack White a cantar. Tem intervalos, parte da letra falada, aplausos, cantos à capela e outras facetas. A música mostra certa ansiedade por mudança, ao passo em que estaca num território pra lá de conhecido. É, no entanto, atípica no álbum, embora tenha um final tipicamente Weezer, e se a última é a impressão que fica… acaba abrindo caminho para o que a banda tem de mais genuíno. Continuar lendo

FOO FIGHTERS AVISA QUE VAI DAR UM TEMPO

Fonte: uol.com.br

O Foo Fighters realizou em 6 e 7 de junho dois grandes shows no estádio de Wembley para mais de 170 mil pessoas e Grohl considera que é o momento adequado para um recesso do grupo. Em um das apresentações, Jimmy Page e John Paul Jones, respectivamente guitarrista e baixista do Led Zeppelin, uniram-se à banda liderada por Grohl para tocar clássicos como “Rock and Roll” e “Ramble On”.

“Nós não deveríamos voltar a tocar em Londres por 10 anos depois das apresentações em Wembley, pois já tocamos para todo mundo”, declarou o vocalista.

O Foo Fighters foi formado em 1995 pelo ex-baterista do Nirvana, Dave Grohl, após a morte de Kurt Cobain (1967-1994). Os músicos Nate Mendel (baixo), Taylor Hawkins (bateria) e Chris Shiflett (guitarra) completam a atual formação da banda.

MORRE RICHARD WRIGHT, UM DOS FUNDADORES DO PINK FLOYD

Fonte: G1

O músico e tecladista Richard Wright, um dos fundadores do grupo de rock progressivo Pink Floyd, morreu nesta segunda-feira (15). A informação foi revelada por um porta-voz do grupo. Wright estava com 65 anos e sofria de câncer.

Wright conheceu os também membros do Pink Floyd Roger Waters e Nick Mason na faculdade. Juntos eles formaram a banda Sigma 6, que viria a se tornar o Pink Floyd.

O músico compôs e fez os vocais em algumas das principais canções do grupo, incluindo “The great gig in the sky” e “Us and them”, do clássico “The dark side of the moon”, de 1973.

Instrumentista talentoso, Wright lançou seu primeiro álbum solo em 1978, batizado de “Wet dream”. No início da década de 1980, deixou o Pink Floyd e formou a banda Zee.

Já em 1987, o músico retornou ao Floyd para o álbum “A momentary lapse of reason”. Sua última apresentação com os integrantes remanescentes da banda foi em 2005, no festival Live 8, em Londres.

Salva de palmas

O vocalista David Gilmour, que se juntou à banda em 1968 logo após a saída de Syd Barrett, escreveu uma nota em seu blog nesta segunda-feira lamentando a morte do companheiro: “Eu realmente não sei o que dizer além de que ele era um homem amável, gentil e genuíno e que fará uma falta terrível a tantos que o amavam. E são muitas pessoas. Não era ele quem ganhava as maiores salvas de palmas ao final de cada show em 2006?”, lembrou.

RESENHA DE DISCO: METALLICA – DEATH MAGNETIC

metallicadeath.jpg

No mundo do rock e da música pop ás vezes acontece assim. Uma banda surge como ponta-de-lança de um subgênero, se consagra, cresce tanto que se torna refém daquilo que ajudou a criar. Ao buscar saídas, encontra caminhos inóspitos e foge tanto de suas raízes que, depois de andar em círculos, é preciso voltar. Pois é o que está acontecendo agora com o Metallica, que mergulha de cabeça no bom e velho thrash metal dos anos 80, do qual foi, sem sombra de dúvida, o grande ícone. Não é só o logotipo original que voltou a ser estampado na capa.

Não que este “Death Magnetic” seja algo revivalista, com o grupo fincado numa sonoridade démodé; ao contrário, o Metallica atualiza o som pesado mais 25 anos depois de tê-lo inventado. Está de volta a bateria “cheia” no lugar da “caixa de lata” do álbum anterior; os solos de guitarra, e em doses generosas, em várias camadas sobrepostas; as mudanças de andamentos das músicas; as partes suaves se contrapondo às mais pesadas e velozes; as longas introduções instrumentais; a agressividade vocal, e, enfim, tudo que caracterizou o thrash metal. No mínimo com um “up grade” tecnológico que atualiza a massa sonora criada pelo Metallica, a despeito de ter, nesse disco, os integrantes inspiradíssimos na criação das músicas e respectivos riffs. Continuar lendo