COMO FOI: FESTIVAL DOSOL MOSSORÓ 2013, PRIMEIRO DIA

Festival Dosol 2013 _Mossoró
Don Fernando , foto Rafael Passos

Primeiro dia de Festival DoSol Mossoró: rock, energia e adrenalina

Por EMERSON LINHARES é jornalista e escreveu esse texto ao som de Tony´s Joint (The Red Boots), El humo te hace mal (Los Peyotes) e Some other way (Don Fernando)

High voltage ontem na abertura do Festival DoSol, no CC DoSol aqui em Mossoró. A energia das bandas que se apresentaram no primeiro dia é só um aperitivo para o que está por vir até sábado.

Confesso que senti um impacto quando recebi o convite de Kalyl Lamarck para escrever essa resenha: primeiro porque não me achava com capacidade de analisar as bandas e segundo porque há anos não escrevia sobre música.

Felizmente pude ir nesta quarta-feira conferir as excelentes apresentações de The Red Boots, Los Peyotes e Don Fernando.Inicialmente quero parabenizar o esforço do pessoal do DoSol em tentar começar na hora marcada o evento. Atraso de meia-hora apenas – o que para mim é uma grande vitória em uma cidade onde as pessoas estão acostumadas a sair de casa a partir das 23h.

E a energia começou com The Red Boots, duo pauleira arrasa-quarteirão com som de excelente qualidade. Destaque para a presença de palco do vocalista Luan, com sua guitarra ensandecida, e para o baterista franzino mas com potência na pegada.
Não é para menos que a performance do The Red Boots, no Festival DoSol de 2011, em terras mossoroenses, tenha chamado a atenção de Anderson Foca. Daí para a gravação do primeiro trabalho dos caras, com 10 músicas, foi um pulo. Se você não ouviu ainda está perdendo tempo: Aracnophilia (https://myspace.com/theredbootsspace).
Hora do intervalo. Time para a galera que estava delirando com o duo potiguar saísse um pouco para tomar ar, fumar um cigarro e jogar conversa fora na Avenida Rio Branco.
Trinta minutos depois ou menos, a banda da Argentina Los Peyotes estava a postos para aumentar a adrenalina. O quinteto exala energia no palco e contagiou a plateia. Excelente rock com características sessentistas, onde todos os integrantes se destacam – mas com veemência para o vocalista David Peyote, que é um show à parte, e para o órgão tocado por J.R. Lemons, que enriquece bastante as harmonias da turma. Ouça Los Peyotes, recomendo: https://myspace.com/peyotes.

E por fim outra atração estrangeira, que fechou com “chave de ouro” (tinha que aparecer esse velho e surrado bordão!) a primeira noite de verdadeiros espetáculos musicais: o quarteto australiano Don Fernando aumentou a voltagem ainda mais e a descarga elétrica de um rock mais pesado era o que faltava aos meus ouvidos para completar essa noite inesquecível e maravilhosa. Não perca tempo e ouça agora a banda Don Fernando: https://myspace.com/donfernandorocks.

Festival DoSol – 10 anos na estrada – continua hoje, a partir das 21h, com três bandas do RN e uma da PB. Destaque para o som “mastodôntico” da Godhound.

Obs – Parabéns Anderson Foca pelo excelente trabalho e parabéns ao pessoal do DoSol Mossoró – Rafaum, Amilton Jr, Tássio e o Kalyl Lamarck.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>